Generosidade “melíflua” de Moro a Lula
6 de abril de 2018
Próxima jogadinha: melar as eleições
8 de abril de 2018

Marcelo Auler, de São Bernardo do Campo (SP)

Lula, na manhã deste sábado, no Sindicato dos Metalúrgicos (Foto Marcelo Auler)

Na noite de sexta-feira (06/04), ao receber um grupo de deputados da bancada federal do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentou animá-los.

Ainda que com outras palavras, deixou claro que vê sua prisão – ele decidiu se entregar na Polícia Federal no final da tarde deste sábado (09/04) – como fruto de um arbítrio, mas que será algo passageiro. Falou referindo-se, nem tanto ao número de dias – que ninguém sabe prever – que permanecerá detido, mas ao tempo da História.

Está indignado, preocupado com o momento político do país, mas tem procurado não demonstrar baixo-astral. Quando viu o deputado Paulão (PT-AL) emocionado, cobrou dele: “Grandão, vai chorar? Na luta”. Na manhã de sábado, diante de um político maranhense que também marejou os olhos, recomendou: “Vai para o Maranhão. A luta lhe espera”. Ao público, em um ato público na manhã deste sábado, explicou:

Vivo o momento de maior indignação. Não é fácil o que eu passo, o que minha família passa. Quero dizer que a sacanagem da morte da Marisa foi consequência do que a imprensa e o Ministério Público fizeram com ela”.

Em seguida, acrescentou:

Sairei dessa maior, mais forte e mais inocente. Vou de cabeça erguida e sairei de peito estufado, porque vou provar minha inocência.”

Na manhã deste sábado, pouco antes de participar da missa em homenagem aos 67 anos que Marisa Letícia faria se fosse viva e do ato público no qual explicou sua decisão, Lula circulou pelo segundo andar do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC Paulista, em São Bernardo do Campo.

Abraçou algumas dezenas de amigos e correligionários, entre os quais uma senhora que estava com um bebê no colo. Lula segurou a criança, afagou-a e ainda aceitou ser filmado com ela, voltando-se para os que estavam atrás com celulares em punho. Não mostrou pessimismo, ainda que sua fisionomia reflita a tensão e noites mal dormidas dos últimos dias. Enquanto ele participava da missa, secretárias acertavam detalhes da mala de roupas que ele levará para Curitiba.

A opção de Lula foi pessoal depois de ouvir muita gente. Pesou mais a opinião dos advogados. Ela, se agradou a maior parte dos seus aliados, desagradou a outros representantes de correntes políticas que defendiam que ele deixasse a polícia ir buscá-lo. Entre estes, está Guilherme Boulos, como mostrou Paulo Henrique Amorim. No blog Conversa Afiada, em Boulos resiste e não recua!, o líder do MTST e candidato à presidência da República pelo PSOL, explicou:

Nossa posição não mudou. É de resistir! A resistência é justa e necessária. Os advogados parecem ter prevalecido. Nós respeitamos a decisão do Presidente Lula, mas considero que a ordem de prisão é injusta e viola a Constituição.

Na grande maioria que apoia a decisão está João Pedro Stédile, coordenador do Movimento dos Trabalhadores sem Terra, que a este Blog comentou:

O que queremos? Lula preso por 80 anos ou por dez dias?”

Não deu a foto que queriam – Na verdade, Stédile, assim como a grande maioria dos que estão ao lado de Lula, depositam suas fichas no debate que esperam ser travado na quarta-feira no Supremo tribunal Federal. O ministro Marco Aurélio Mello sinalizou que irá levar a debate no plenário o pedido de liminar assinado por Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, na Ação Declaratória de Constitucionalidade do artigo 283 do Código de Processo Penal que determina que a prisão só comece “em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado”.

É uma das ações que a ministra Carmen se recusou a levar ao plenário e que agora, comeste pedido de liminar, o seu relator, ministro Marco Aurélio, poderá levar a debate já na quarta-feira. Como não trata de um caso específico, há a expectativa de que a ministra Rosa Weber vote com seu posicionamento anterior, concordando com a constitucionalidade. Muda-se a jurisprudência e abre-se brecha para Lula ser solto.

Lula acha que, ao rejeitar a “oferta” de Sérgio Moro, para que se apresentasse em Curitiba, derrubou os planos do juiz da Lava Jato. Não foi a Curitiba no horário marcado por ele. Nem tampouco permitiu que fosse feita uma operação com cobertura para da imprensa,

Outro sonho de consumo deles é de terem a fotografia do Lula preso. Fico imaginando a tesão da Veja e da TV Globo em colocar a capa e  me mostrar na TV sendo preso“, comentou ao público na manhã deste sábado.

“Redução de risco” – Ele decidiu se apresentar à polícia federal até pensando em poupar militantes.Notou que a imprensa tradicional vinha forçando uma posição mais dura da polícia, o que geraria, certamente, um confronto entre policiais e militantes. Consequentemente, muitas manchetes.

Na definição de um deputado/advogado, Lula preferiu a chamada “redução de danos”. Pesou nessa sua escolha a notícia de que a Procuradoria da República em Curitiba já teria entrado com um pedido de prisão preventiva junto à 13ª Vara Federal – a de Moro -por desobediência.

Isto, apesar de não haver desobediência alguma. O juiz, na decisão que mandou prendê-lo deu uma opção, não uma ordem de se apresentar à PF em Curitiba. De qualquer forma, do juiz Sérgio Moro os petistas sabem que podem esperar qualquer coisa. Além de terem consciência de que há um mandado de prisão que, a rigor, pode ser cumprido por qualquer cidadão.

Assim como um confronto entre polícia e manifestantes que se postaram em vigília na porta do Sindicato não interessava à Lula e à sua defesa, o ex-presidente, como já dissemos aqui em Generosidade “melíflua” de Moro a Lula, o ex-presidente e os advogados que lhe apoia e orientam temeram também complicar a situação de Lula nos demais processos que responde.

A radicalização, que poderia gerar um novo mandado de prisão, o prejudicaria nas demais ações criminais e inquéritos. Poderia influenciar ainda, negativamente, nos debates que esperam que se trave quarta-feira no Supremo Tribunal Federal (STF). Ao público, Lula Lembrou:

Já tentaram me pegar por obstrução de justiça. Querem me pegar com uma preventiva, que é mais grave, e não terá direito a Habeas corpus“.

Ao não aceitar o jogo da radicalização, ele também acredita que se fortalecerá politicamente com essa prisão,como explicitou no Ato Público ao discursar:

Não sabem que o problema deste país não chama-se Lula, chama-se vocês. É a consciência dos trabalhadores, dos partidos políticos, do MST e do MTST. Eles não me escutam quando digo que não adianta tentarem me prender porque terá milhões de lula por este país, que continuarão andando por este país… Não pararei. Porque não sou mais um ser humano. Sou uma ideia que vocês já assumiram“.

Por proposta da artista plástica, professora de Filosofia e escritora Márcia Tiburi, se discutiu a ideia dele ser levado à Superintendência de São Paulo por um grupo de mulheres. Seria uma repetição do que ocorreu em 1980 quando, como havia prometido ao então delegado Romeu Tuma apresentou-se  ao DOPS, em um fim de noite. Foi no dia em que saiu a sua condenação pela Justiça Militar no processo aberto pela greve de 1979. Seguiu em uma espécie de caravana da qual participaram amigos, políticos e, principalmente, sindicalistas. Alguns dos quais condenados como ele. Na época, porém, não tinha a influencia que hoje tem após ocupara a presidência da República.

Pelo que petistas comentaram ao Blog, porém, a caravana não será possível, conforme o que foi decidido pela própria Polícia Federal. Provavelmente, Lula se apresentará não na Superintendência. Pelos comentaram, em um aeroporto.

 

 

Aos leitores: O Blog, como já demonstrou diversas vezes, tenta trazer informações diversificadas para seus leitores e apuradas nos locais dos fatos. Por isso, amanhecemos hoje em São Bernardo do Campo (SP), onde hoje se escreve uma página da História Contemporânea do país. A nossa sobrevivência, como todos sabem, depende da ajuda de leitores e admiradores. Compartilhem os textos para um maior número de pessoas. Contamos ainda com contribuições financeiras para a nossa manutenção e o pagamento de despesas como desta viagem. Podem ser em quaisquer valores e em qualquer periodicidade, através de depósitos em conta corrente cujos dados se encontram no quadro ao lado. Agradecemos aos que já contribuem e às novas contribuições.

9 Comentários

  1. Rosely disse:

    Concordo plenamente com o que relata o João , Lula nunca mais sairá da cadeia, e todos que aconselharam ele a se entregar, erraram feio! Por mim tínhamos mais que motivos para como dizem a podrida justica: impetrava uma desobediência Civil mesmo que fosse só com os que defendem Lula! Quero ver como resguardar a possibilidade de arrancar ele daquela masmorra, que o imoral do Moro e STF o colocaram. Injustica sem tamanho! Lula é inocente. Se for assim, que prendam todos, inclusive o traidor golpista do Temer, e seus asseclas. #LulaLivre!

  2. C.Poivre disse:

    Não sei se “as instituições estão funcionando”, mas o Puteiro Brasil, com certeza sim:

    https://caviaresquerda.blogspot.com.br/2018/04/puteiro-brasil.html#comment-form

  3. A mediocridade dos medíocres disse:

    É totalmente desproporcional se fosse imparcial . É totalmente descabido se não tivesse o EGO e a mediocridade de moleques servidores públicos elevados a pop star pela Globo e sua turma de vazodutos seletivistas . É totalmente surreal e vergonhoso o preço que pagaremos disso tudo . Dividiram o país , não ao meio porque infelizmente os pobres , sem terras, os sem oportunidade por classe cor ou opção sexual SÃO MAIORIA nesse país aonde CURITIBA , cidade de pessoas mesquinhas e pobre … de espírito , NÃO REPRESENTA O BRASIL . um
    Procurador que confunde justiça com religião
    Um juiz que confunde justiça com cinema ( sim ele foi na estreia dele mesmo no meio de um processo criminal !!! ) – aonde o Judiciário viu a grande oportunidade de também não só ter muito dinheiro – muitos milhares de triplex todo mês- e esse são deles SIM , e também ter o poder nas mãos . O Brasil se suicida , pela audiência da Globo em uma estratégia de inflar a vaidade de pessoas que jamais teriam a
    Notoriedade que hoje tem , apenas pela audiência … já que a NETFLIX E O YOUTUBE não pode derrota-lá na audiência comprada da odisseia da prisão , querem ou não , gostem ou não , do maior líder politico , único reconhecido internacionalmente , que esse
    País já teve . Mataram sua mulher , o colocaram na cadeia , sem
    Uma conta no exterior sem milhões de dólares em malas ou em cuecas, sem mansões ou ferraris e lamborghinis , apenas com a raiva de um operário ter sido mais que todos juntos . Acordo com a maior vergonha do mundo desse país …

  4. João de Paiva disse:

    Lula cedeu aos apelos de advogados, aos religiosos melífluos e também às hienas da política – contidas até mesmo na máquina partidária petista – que desejam usufruir do espólio do Ex-Presidente Operário. Macaco velho, o Jornalista Marcelo Auler preferiu centrar a reportagem nos primeiros personagens, os da área jurídica. Embora seja racional a argumentação dessa ala jurídica, ela é o caminho mais curto para derrota liquida e certa. É que a perseguição, a caçada judicial, os processos e condenações contra Lula NUNCA TIVERAM, NÃO TÊM e NÃO TERÃO NADA de jurídico, a não ser um frágil verniz. Toda a perseguição a Lula tem caráter político. Lula é agora um condenado e preso político, como o são João Vacari, Henrique Pizzolato, José Dirceu e antes, José Genoíno e joão Paulo Cunha.

    As chances de Lula obter uma decisão favorável no STF são próximas de ZERO; digo isso sem sombra de dúvida porque o sistema judiciário – inclusive o STF – é o principal ator nacional da trama golpista no plano institucional. Desde que aceitou conduzir o golpeachment e mesmo antes disso, o STF se mostrou mais do que omisso e leniente, mas cúmplice, conivente e partícipe da trama golpista. O STF, que poderia ter barrado, mas conduziu o golpe, não fara ABSOLUTAMENTE NADA por Lula, de modo a devolver-lhe a liberdade e os direitos políticos. O STF é responsável direto pelo massacre imposto a Lula, ao PT, à Esquerda e às massas trabalhadoras e excluídas. Esperar que essa côrte mude de posição agora, com a morte política e encarceramento do Ex-Presidente Lula, é de uma ingenuidade pueril só comparável ao republicanismo suicida que levou à ruína o governo da Presidenta Dilma Rousseff, culminado com a deposição dela pelas quadrilhas que dominam o Congresso Nacional.

    O único articulista que até agora teve coragem de expor a dura e cruel realidade foi Bajonas Teixeira. Segue abaixo o texto dele, publicado no blog O Cafezinho.

    _________________________________________________________________

    O ENIGMA TRAIÇOEIRO DE ROSA WEBER
    Por Bajonas Teixeira

    07 de Abril de 2018 : 16h35 20 comentários

    Lula entra hoje para a prisão. Sairá algum dia? O enigma traiçoeiro de Rosa Weber

    Por Bajonas Teixeira,

    As articulações para a próxima fase do combate judicial no Brasil, que visa passar da prisão temporária de Lula para a definitiva, já começaram hoje à todo vapor. É o que se vê pela matéria do UOL que usamos para ilustrar esse artigo. Quem pense em viver o luto e lamber feridas, será atropelado pelos fatos. O tempo ganhará uma celeridade impressionante nessa próxima semana. A velocidade da ordem de prisão decretada por Moro, com sua ousadia e sucesso devastadores, tocou fundo no inconsciente dos grupos dominantes no Brasil. Eles vão querer repetir a dose, porque a repetição é a sua pulsão mais profunda.

    Nem eles mesmos acreditavam que poderiam vencer de maneira tão fácil. E já que foi um passeio obter a vitória na etapa 1, a prisão de Lula, querem agora garantir logo a etapa 2, mantê-lo em definitivo no cárcere.

    Alguns setores do PT sofrem de um grave fetichismo de subserviência à justiça. A célebre expressão muito usada pelas elites brasileiras – “Decisão judicial não se discute, se cumpre” -, mas que elas invariavelmente não cumprem, soa para aqueles segmentos do PT como um dogma sagrado. Isso faz toda a diferença entre um partido de classe média baixa, inseguro e irresoluto, e um partido de velhas elites e oligarquias corrompidas até o pescoço. Renan Calheiros, instado a cumprir a lei, disse simplesmente: não cumpro. E mandou passear o oficial de justiça.

    Oficial de justiça que, na verdade, não é oficial coisa nenhuma. Sequer é um suboficial de justiça. Mas carrega o pomposo nome, “oficial”, como um distintivo para enganar os pé rapados e os trouxas. E os engana. No caso do PT, a ficção jurídica é aceita como realidade indiscutível.

    A ficção jurídica do momento, presente nos cálculos da cúpula do PT para entregar de forma vil Lula na porta da masmorra de Sérgio Moro é das mais perigosas: “formou-se uma maioria favorável à revisão da prisão em 2a instância; Rosa Weber votará a favor dessa revisão e Lula sairá do cárcere de Curitiba pela porta da frente, de cabeça erguida.”

    Nada é mais enganador. A realidade meus amigos, não é estática. Em muitos casos, a realidade sequer é realidade. Assim como Rosa Weber foi bombardeada, pela Globo, pela Folha, pelo UOL, pelo Estadão, e até pelo exército, na figura do seu comandante, e votou como mandava o figurino, de forma ainda muito mais escabrosa, todas as forças anti PT e Lula se lançarão contra ela para mudar seu “entendimento” sobre a 2a instância. E mudarão sem dificuldade.

    Hoje, ainda antes da prisão de Lula, a Folha/UOL já começou o trabalho para implodir o entendimento e a decisão da ministra Rosa. Escolheu-se o mais lírico e soft dos seus colunistas. Não foi o famigerado Josias, mas a doce Mônica Bergamo. Há dois dias, Rosa Weber tinha a total convicção de que votaria em favor da prisão só após esgotadas todas as chances de defesa, isto é, só após a 4a instância. Mas a alma de um ministro do STF não é coisa que venha de dentro para fora. Ela é como as partículas de oxigênio da atmosfera que respiramos, aspiradas de fora para dentro.

    Rosa Weber já está aspirando sua nova alma, novinha em folha, aliás, que o UOL através de sua inefável vidente, Mônica Bergamo, leu em nuances fugidios na caligrafia da ministra. É claro que Rosa Weber ainda não tem a mínima ideia de que sua alma mudará em breve. Mas é o que, a céu aberto, já é legível no plano da realidade metafenomênica. Diz Bergamo, fazendo a leitura… de sinais:

    Eis aí a leitura de sinais. A construção pela mídia da nova alma de Rosa Weber será facílima. Quem assistiu ao seu voto contra o HC de Lula, e testemunhou a mistureba mais sem critérios de todo o fim de feira intelectual possível, percebeu que na sua arquitetura não há nada que se sustente em pé. Mas, o pior, no quadro geral, foi que ela votou contra sua propalada convicção, que repudiaria a prisão na 2a instância, legitimando a injustiça e levando à prisão um indivíduo, Lula, inteiramente inocente. Rosa sabia que estava cometendo uma injustiça, contra suas convicções e contra um cidadão inocente. Nada a deteve. Ela preferiu ser submissa à maioria do colegiado, formada em outra ocasião, que aos seus próprios princípios.

    Quem primeiro tirou as consequências abjetas dessa posição da ministra foi Roberto Romano, intelectual ligado ao PSDB (ou, pelo menos, o PSDB parece ser ligado a ele), dotado de grande honestidade e integridade intelectuais, que manifestou a maior e mais articulada das indignações contra o STF e a vergonha dos seus ministros que votaram contra Lula. Disse Romano sobre Rosa Weber:

    “Como que ela diz que é contra a prisão em segunda instância e vota a favor dela em um caso concreto? Imagine a seguinte situação: ela é juíza na Alemanha nazista e acredita que a cassação dos direitos civis dos judeus seja errado. Ela votaria a favor só para ir com a maioria que nem ela fez?”

    Sim. Votaria, pela lógica dos seus argumentos. E, agora vem o pior: se Rosa Weber vota contra o direito dos cidadãos, e comete injustiças às dezenas rejeitando os habeas corpus que chegam à sua mesa, apenas porque prefere trair suas convicções e ficar com o suposto entendimento majoritário do STF (nos últimos tempos, contra suas convicções, ela negou 58 dos 59 HCs que baixaram na sua mesa), imagine-se que força não terá sobre ela outra maioria, a maioria formada pelas forças que criam a realidade no Brasil (a mídia e as ‘instituições respeitáveis’). Por falar nisso, Roberto Romano acredita que Rosa Weber foi pressionada pelo recado ameaçador que o chefe do exército, o general Villas Bôas, postou no twitter na véspera da votação:

    “Para mim foi muito claro o que aconteceu, o recado do general tinha alvo certo”, afirma o professor. “Ela entendeu e acatou, fez o que tinha que fazer.”

    Bem, agora imagine-se essa pressão propagada pelos mil autofalantes, e pelos dez mil orifícios, da mídia, das instituições e, claro, dos juízes de todo o país, dos procuradores, das associações de juízes, de procuradores, e até de guardas municipais de pracinhas do interior. O que ocorrerá?

    Ocorrerá exatamente a mutação que a visionária Mônica Bergamo já psicografou nas entrelinhas mal traçadas de Rosa Weber. Ela dará a maioria. Mas não contra a prisão em 2a instância, como dizia pensar até ontem, mas sim a favor. Com isso, confirmada a legalidade de sua prisão em segunda instância, Lula estará como uma múmia dentro do seu sarcófago enterrada em uma pirâmide submersa sob as areias do deserto.

    Isso não se deve, é verdade, apenas ao PT e ao seu fetichismo jurídico. Se deve também a falta da mais leve noção de lealdade da imensa maioria da população brasileira. Houvesse ela movido um dedo, nada disso estaria acontecendo. Aquilo que se viu no sindicato dos metalúrgicos só impressiona amadores, para os quais qualquer dois ou três pneus queimados pelo MST numa estrada já fazem pensar em revolução. Nada disso. Aquilo não é nada. Não chega a ser uma pulga no imenso corpo do país.

    Portanto, continuando esse povo apático, de milhões de jecas tatus portadores de smartphones; continuando a submissão de baixo funcionalismo público do PT à justiça; continuando a volubilidade mercurial de Rosa Weber, que só tende a aumentar com a adulação da mídia, Lula só terá um meio de transporte para sair da masmorra de Sérgio Moro: um caixão pago pelo sindicato dos metalúrgicos de São Bernardo coberto com a bandeira do seu Corinthians do coração.

    A não ser, evidentemente, que ocorra uma guinada muito grande na cultura política de submissão historicamente dominante no PT. A lógica dos submissos é a de que sendo bonzinhos e obedientes serão recompensados no final. A prisão de Lula é mais um fato, entre milhares de outros, a demonstrar o erro dessa apreciação.

    Se se quer analisar a realidade política, é importante deixar de lado todo sentimentalismo barato, todas as ficções oportunas criadas para justificar as derrotas, e, pior que tudo isso, todas as boas esperanças acesas por sentimentos religiosos. Como a cada derrota os sentimentos tendem a se tornarem mais fortes, e mais tirânicos, quem analisa um fracasso corre sérios riscos. Quase os mesmos que os portadores de más notícias. Ainda mais quando os fatos estão tão quentes que os dedos temem tocar neles. É nítida a preferência, nos desastres, pela solenidade sentimental e pelas estorinhas reconfortantes. Mas a frieza é o único antídoto conhecido para evitar as derrotas seriais.

    • C.Poivre disse:

      Também penso assim. Jamais libertarão Lula e até João Pedro Stédile, que não é nenhum iniciante da política, justificou o acatamento de uma ordem de prisão ilegal e inconstitucional com a desculpa que o juizeco PODERIA decretar sua prisão preventiva cuja duração mínima é de 80 dias quando está claríssimo que a prisão será perpétua. E mais, o fato de colocarem o Presidente Lula numa solitária mal esconde a intenção de envenená-lo, já que suas refeições serão entregues separadamente.

  5. C.Poivre disse:

    Todos os cidadãos democráticos deste país têm que exigir a cassação da concessão da Rede Globo, a maior responsável pelo clima de ódio por ela disseminado diuturnamente, 24 horas por dia, que transformou pessoas pacatas em intolerantes e fanáticos. Com a Globo no ar nunca reconquistaremos nossa jovem democracia, pelo contrário, seremos conduzidos pela emissora dos Marinho ao neofascismo, seu objetivo maior.

  6. Melancia no pescoço disse:

    Lembrem
    Sempre …. PRETO . POBRE E PUTA . Ele representa os 3 . Cadeia nele . O resto fodase .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *