DPF omite à Câmara origem da verba que pagou mordomias na reforma de prédio no PR
14 de outubro de 2016
Quem é que vai pagar por isso?
18 de outubro de 2016

 Marcelo Auler

henfil-e-lula

Cartum do Henfil, falecido em janeiro de 1988, mais atual do que nunca. A diferença é que quando ele o desenhou, estávamos na Ditadura Encurralada, (1974/77), como definiu Elio Gaspari. Ou teria sido na Ditadura Acabada ( 1978/85)?

A prisão de Lula, algo impensável alguns meses atrás, está parecendo cada vez mais iminente, dada a fúria e o ódio que os operadores da Lava Jato já não procuram esconder. Na sexta-feira (14/10), Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania, anunciou que a operação que irá prendê-lo já está desenhada e até repassada aos jornalistas de confiança da “República de Curitiba”. Está tudo descrito em Golpistas farão prisão teatral de Lula a qualquer momento. Vale a pena ler.

Convém lembrar que as fontes de Guimarães, em fevereiro passado, anunciaram que Lula seria um dos alvos da 24ª fase da Operação Lava Jato. O anúncio ocorreu na sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016, na matéria Confira prova de que Lava Jato e mídia formam uma polícia política.

A operação desencadeou-se uma semana depois, na sexta-feira, 4 de março. Mais do que a quebra do sigilo fiscal e bancário de toda a família do ex-presidente e os mandados de busca e apreensão na casa deles e no Instituto Lula, a operação incluiu um mandado de condução coercitiva para que a Polícia Federal levasse o ex-presidente de qualquer jeito. Não para uma delegacia qualquer, nem para a mais próxima de sua casa, em São Bernardo. Foi para a do aeroporto de Congonhas. Tudo com ampla cobertura da imprensa, comunicada com antecedência.

O objetivo, como se deduziu após todo o ocorrido, não era apenas ouvi-lo. Afinal, como já acontecera, se quisessem interrogá-lo, bastava intimá-lo para comparecer a uma dependência policial ou mesmo interrogá-lo em sua própria casa. Na verdade, pretendiam prendê-lo, sem resistência, e levá-lo para Curitiba. O avião da polícia já estava a postos. Só não aconteceu por dois fatores inesperados: uma reação popular que levou ao aeroporto uma multidão de fãs e simpatizantes do ex-presidente e a inesperada intervenção de um oficial da Força Aérea Brasileira, que respeita o Estado Democrático de Direito. A propósito, vem a calhar a releitura da coluna O plano obscuro, de Janio de Freitas, publicada na Folha de S. Paulo em 10 de março passado.

No Blog da Cidadania Eduardo Guimarães anuncia a prisão iminente de Lula.

No Blog da Cidadania, Eduardo Guimarães anuncia a prisão iminente de Lula.

O crescente radicalismo da Operação Lava Jato, já criticado mas jamais impedido pelos tribunais superiores, nos leva a admitir que realmente estejam planejando prender Lula, símbolo maior do petismo. Ao que parece, os operadores da Lava Jato imaginam que levar o líder operário e ex-presidente da República para a custódia da Polícia Federal em Curitiba ou para o presídio de Pinhais será o marco da luta contra a corrupção no país. O exemplo maior. O troféu daqueles que se empenham em “moralizar a coisa pública”. Ainda que para isso estejam forçando a barra, atropelando leis e a Carta Magna. Como fizeram ao divulgar conversas telefônicas de uma presidente da República sem autorização do Supremo.

Convém lembrar que a prisão temporária é prevista quando da necessidade de facilitar a investigação. Não se encaixa no caso de Lula, pois a investigação vem sendo feita com a própria ajuda dele, que jamais se negou a comparecer quando convocado.

Já a prisão preventiva é para garantir a ordem pública, garantir as provas ou garantir a execução da pena, como reza o artigo 312 do Código de Processo Penal. Em qual destas hipóteses pretendem enquadrar Lula para justificar seu encarceramento? Fuga? Pressão sobre testemunha? Prática continuada de crime? No fundo, o que transparece mesmo é o que informou Eduardo Guimarães ao anunciar a possibilidade da prisão iminente de Lula:

Os golpistas consideram que haverá uma comoção pública com as medidas de supressão de direitos e eliminação de programas sociais que vêm por aí e, nesse contexto, o recall de Lula ressurgirá com força inaudita.

Este momento está sendo considerado ideal para prender Lula porque a maioria da sociedade ainda está com muita raiva do PT e essa raiva tende a se diluir conforme for ficando claro que o golpe foi dado para tomar do povo os benefícios dados justamente pelo PT“.

Outra explicação plausível está no artigo que o físico Rogério Cezar de Cerqueira Leite publicou na Folha de S.Paulo – Desvendando Moro – que tanto desagradou ao juiz da Lava Jato. A ponto de ele se sentir no direito não de contestar o que disse o professor, mas de reclamar por o jornal ter dado espaço a críticas que o atingiram e que considerou “sem base empírica”. “O que isso quer dizer, não se sabe”, replicou neste domingo, na própria Folha, Elio Gaspari: Contrariedade de Moro revela que há algo de Savonarola no seu sistema:

Moro talvez não saiba, mas em 1978, quando ele tinha apenas seis anos de idade, Cerqueira Leite já pertencia ao Conselho Editorial do jornal. E lutava pela volta do Estado Democrático de Direito. O mesmo que hoje Moro parece desprezar.

O inexplicável é a Folha de S. Paulo responder a Moro apenas com uma nota de redação totalmente desnecessária: “Os artigos publicados na página Tendências/Debates não traduzem a opinião do jornal, que é expressa nos editoriais sem assinatura da pág. A2“.

O que se esperava é que o jornal, que no final da década de 70 e início dos anos 80 se posicionou firmemente a favor da democracia, reafirmasse que acolhe todos os tipos de pensamentos e opiniões em nome da pluralidade democrática e, principalmente, do interesse do seu leitor. Isto, sem dúvida, seria dito se vivo fosse Otávio Frias, o pai.

No artigo, Cerqueira Leite destaca o que seria um componente da personalidade do juiz paranaense: “O sentimento aristocrático, isto é, a sensação, inconsciente por vezes, de que se é superior ao resto da humanidade e de que lhe é destinado um lugar de dominância sobre os demais, o que poderíamos chamar de ‘síndrome do escolhido'”. Em seguida, acrescenta:

No polêmico artigo de Cerqueira Leite o alerta que Moro levou ao pé da letra.....

No polêmico artigo de Cerqueira Leite, o alerta que Moro levou ao pé da letra…..

“Essa convicção tem como consequência inexorável o postulado de que o plebeu que chega a status sociais elevados é um usurpador. Lula é um usurpador e, portanto, precisa ser caçado. O PT no poder está usurpando o legítimo poder da aristocracia, ou melhor, do PSDB.

A corrupção é quase que apenas um pretexto. Moro não percebe, em seu esquema fanático, que a sua justiça não é muito mais que intolerância moralista. E que por isso mesmo não tem como sobreviver, pois seus apoiadores do DEM e do PSDB não o tolerarão após a neutralização da ameaça que representa o PT”.

Em seguida, o físico fez um alerta que, para Moro, foi uma incitação à violência contra ele:

Cuidado Moro, o destino dos moralistas fanáticos é a fogueira. Só vai vosmecê sobreviver enquanto Lula e o PT estiverem vivos e atuantes. Ou seja, enquanto você e seus promotores forem úteis para a elite política brasileira“.

Longe de ser uma sugestão para que a população ataque fisicamente o magistrado, o alerta mostra que todo o apoio recebido por Moro e seus pupilos da “República de Curitiba” corre o risco de corrosão se, em nome do combate à corrupção, eles continuarem achando que todos os métodos são válidos e permitidos, mesmo os ilegais.

Ou mesmo quando o próprio Moro começa a ser desnecessário àqueles que foram seus aliados até hoje, como previu o físico. Por incrível que pareça, isso fica patente no editorial que – quem diria? – a revista Veja publicou na edição deste sábado (15/10), como descreve o site Consultor Jurídico: Em editorial, Veja diz que autoridades jurídicas têm poder demais. Diz o editorial:

É desnecessário dizer que o físico — e o padeiro, o músico, o banqueiro — tem direito de fazer as críticas mais ácidas à atuação de uma autoridade pública, ainda que a autoridade em questão seja o juiz Moro, cujo trabalho reacendeu a esperança nacional no fim da histórica impunidade em relação aos crimes dos fortes.

Toda autoridade precisa ser vigiada, contida nos excessos, precisa saber ouvir críticas, servir a quem lhe paga o salário. O único agente público que pode desfrutar de muito poder é o povo. Atribui-se a Thomas Jefferson (1743-1826) afirmação que ele possivelmente nunca fez, mas cujo conteúdo é oportuno lembrar: quando o povo teme o governo, há tirania; quando o governo teme o povo, há liberdade”.

Seria o caso de perguntar ao editorialista da revista porque isso não lhe ocorreu diante de outras ilegalidades da Lava Jato, como o caso do grampo na cela de Youssef, cuja investigação continua misteriosamente escondida.

Mas, ao que parece, Moro já começou a ser queimado na fogueira prevista por Cerqueira Leite, visto que até aqueles que o apoiavam avidamente começam a questionar seus métodos e suas teses.

O que hoje é uma crítica em editorial da revista que sempre o paparicou, amanhã poderá se tornar em algo mais grave, caso ele venha a concretizar a prisão de Lula, sem ter motivos legais para isso, ou até mesmo tendo. Como mostrou o JornalGGN de Luiz Nassif em Movimentos sociais prometem protesto em Curitiba contra prisão de Lula, a partir de notícia do site Brasil 247:

Movimentos sociais se mobilizam na defesa de Lula. A prisão do líder petista poderá ser a gota d'água que está por cair há algum tempo. Por favor, não entendam como provocação , nem como convocação, mas sim como um alerta a ser considerado.

Movimentos sociais se mobilizam na defesa de Lula. A prisão do líder petista poderá ser a gota d’água que está por cair há algum tempo. Por favor, não entendam como provocação, nem como convocação, mas sim como um alerta a ser considerado.

“O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) está em alerta para deflagrar protestos na região sul do País, caso o juiz federal Sérgio Moro decrete a prisão de Lula. Os integrantes do movimento farão uma marcha rumo a Curitiba em caso de detenção de Lula.

João Paulo Rodrigues, coordenador nacional do MST, disse que os movimentos planejam uma “resistência” à eventual prisão do ex-presidente. ‘Em caso de prisão, deflagraremos uma marcha até Curitiba. Não vamos permitir esse clima de fato consumado.’ A Central Única dos Trabalhadores (CUT) também deve endossar os atos em defesa de Lula”.

Diante de uma prisão meramente política (já que não há notícia de que Lula tente fugir do país, pressione testemunha ou esteja cometendo crimes neste momento), pode-se imaginar as possíveis reações dos movimentos sociais. Percebe-se que há um clima pesado e que os próprios aliados de Moro e de seus pupilos na “República de Curitiba” começam a levantar dúvidas sobre seu modo de agir.

Agora, às 21H00 de domingo (16/10) já há uma multidão se aglomera na porta da casa de Lula, como noticia o Brasil 247: CONTRA PRISÃO DE LULA, MAIS DE MIL PESSOAS FAZEM VIGÍLIA EM SÃO BERNARDO

Temos ainda o exemplo do “Fora Temer”, que o presidente que ocupa o cargo graças a um golpe chegou a anunciar que era um manifestação de 40 pessoas, “no máximo”. Estamos vendo que não. O país está dividido, todos sabem. Não se discute que o combate à corrupção deve prosseguir, mas não pode ser seletivo. Tampouco pode se transformar em perseguição política a esta ou aquela sigla, como há muito parece acontecer. Mais ainda, as autoridades devem, acima de tudo, respeito às leis e à Constituição. Não é hora de pagar para ver!

18 Comentários

  1. Joao Luiz Pereira Tavares disse:

    ¡foi fa-bu-lo-so!

    [Deu uma fila de um quarteirão no banheiro. Muita ansiedade… ¿Você SABIA que elas todas estavam com as mãos na virilha? Realmente eu não entendi. TODAS! Sem excessão].

    Lá na cidade do Vale do Paraíba foi uma beleza! Teve histeria.
    Apesar da histeria, uma coisa sabemos: deu aquele ENCANTAMENTO enorme quando o «Taquara Rachada» entoou a musiquinha de 4 minutinhos para Nossa Senhora da Aparecida, nessa quarta passada. Nesses 4 minutos foi um silêncio de velório e de Floresta Negra alemã. A histeria foi abafada no momento exato em que o Taquara Rachada abriu a boca. Aí foi um silêncio enorme! O Taquara ‘ta velho, — tadim –, mas as velhas estavam chorando copiosamente. Eu vi com meus próprios OlhOs, e fiquei deveras impressionado. Ele estava de óculos escuros. E isso indica que foi um profundo sinal, de nossa parte companheiros, de elevação do ponto de vista espiritual, in-te-lec-tual, moral e político. Agora, sim, acabamos com o golpista conservador Temer, com nossas sábias plaquinhas. Foi transcendental. Afinal era o Taquara Rachada cantando. MUITAS FORAM AO BANHEIRO DEPOIS.

    Deu uma fila de um quarteirão no banheiro das velhas. Todas com as mãos na virilha. ISSO aconteceu exatamente logo depois do Taquara entoar sua cançãozinha. Realmente eu não entendi…

    A Nossa Santa Marcha com os cartazinhos de fora Temer, — digo isso para vossa ciência!, escute bem (e espalhem): foi um sucesso 100%, companheiros e companheiras. Pense e reflita: um milhão de cartazinhos!, minha gente! Eu disse: 1.000.000 de plaquinhas sendo viradas para a direita e logo depois para a esquerda — escrito «fora Temer». Sem um erro sequer! Muitos dos nossos camaradas benzeram os cartazinhos com a água-benta no fundo da igreja (teve empurra-empurra). Aspergiram sobre as letras de fora Temer. Bem ao longo das letrinhas, para não gastar água-benta, afinal eram 1.000.000 de plaquinhas.

    Umas doninhas, entoando cânticos do Taquara Buarque, iam passando de cartazinho em cartazinho (atenção! somente tiveram direito a essa benesse aqueles que estavam bem levantados) e com um raminho de folha verde molhado na água-benta iam borrifando com esse raminho molhado nossas plaquinhas (eu creio que era aquela plantinha cujo nome é conhecida como «Onze horas»). Eu vi.

    Havia uma enorme quantidade de DESCOLADOS da zona sul, também. Vamos lutar para IMPOR a PORRALOUQUICE. Isso foi muito bom para nosso Amado Movimento fora Temer. Aqueles caras de barbinha preta e voz enfraquecida e fina, sabe?, óculos de vovô de tarja preta, tomando STELLA ARTOIS, com o pé na PAREDE. São os des-colados! Nosso movimento é tão bom, amados!

    É tão impressionante que alguns artistas, também ditos descolados, vejam nesse momento e nessas PLAQUINHAS de Fora Temer uma espécie de demiurgo. Tudo bem, é sim um demiurgo, um demiurgo da Zona Sul do Rio. Não importa. Sei que isso tem lá os seus limites. Mas mesmo assim foi magnífico, foi esplêndido & admirável. Ou seja:
    como se diz no clichê desgastado (clichezaço): BELÍSSIMO!

  2. Everaldo disse:

    É Marcelo, tem algo muito estranho rondando este caso mesmo…. A Folha abriu espaço hoje para Lula falar. Será que foi uma resposta ao juiz justiceiro? Afinal a Ombudsman do jornal não se pronunciou sobre essa investida do magistrado na época. Vamos aguardar A próxima peça a ser mexida nesse xadrez ( jogo)

  3. Fabio Brito disse:

    https://rebeldesilente.wordpress.com/2016/10/09/marcha-para-brasilia-e-cerco-ao-palacio-do-planalto/

    #MarchaBrasiliaDeporTemerReempossarDilma

    A LUTA É NOSSO DESTINO, PARA LUTAR SOMOS CHAMADOS.
    O AMOR É NOSSO HINO, PARA A VITÓRIA FOMOS DESTINADOS!

    Iremos a Brasília DEPOR UM USURPADOR DE PODER E REEMPOSSAR A PRESIDENTE LEGITIMAMENTE ELEITA POR SEU POVO, DILMA!!!

    ALGUÉM NOS ACOMPANHA???

    Não é “mais uma passeata” nem “mais um protesto”!!!

    OCUPE BRASÍLIA!!! CERCO AO PALÁCIO DO PLANALTO!!! CHEGOU A HORA DA AÇÃO!!!

    NINGUÉM AGUENTA MAIS TANTA CONVERSA MOLE!!!

    JÁ SABEMOS TUDO QUE PRECISAMOS, FALTA AGIR!!!

    “NÃO TEMOS TEMPO DE TEMER A MORTE”!!!

    Responda a enquete e sugira ações!

  4. Christiano Pereira de Almeida Neto disse:

    Alguém disse, certa vez, e o tempo disto não é longíquo, que o Sérgio Moro é doido, mas não é burro. Pela segunda vez, preparou-se, ou está preparado para uma tomada de posição de grandes proporções. A primeira, FRUSTOU o intento e deu a dimensão do fracasso, vide dois componentes que não entraram na sua avaliação: POVO e sentimento de JUSTIÇA por um JUSTO; a segunda, já, engatilhada, sofre uma baixa, um torpedo, ou melhor, um tiro de alerta – FOGO AMIGO -, a VEJA, mandou, lançou ao ar fogos – não em sua homenagem – mas, de que, O SHOW JÁ TERMINOU!

    • João de Paiva disse:

      sérgio moro não é doido; nem burro, embora ele seja bem menos inteligente do que acha e do que acham os tolos que o idolatram. sérgio moro é simplesmente um capitão, um preposto dos EUA, cuidadosamente cevado no Judiciário brasileiro. Lembre-se do caso Banestado, do doleiro Alberto – Youssef – elo de ligação entre o escândalo do Banestado e a Fraude a Jato – e de onde, como e quando foi deflagrada a operação que derrubou um governo legítimo, mas cujo propósito maior é dissolver o Estado Brasileiro e impedir que o projeto de desenvolvimento soberano iniciado nos governos de Lula tenha continuidade; por isso toda essa voracidade em desmontar e vender o Brasil. Note que, em menos de cinco meses o governo golpista está fatiando e privatizando a Petrobrás, vendendo os setores mais lucrativos a empresas estrangeiras, sejam elas estatais ou privadas. Note também que todos os projetos em áreas estratégicas como Defesa, Aeroespacial, Programa Nuclear, etc., estão sendo desmontados; o vice-almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, coordenador do Programa Nuclear Brasileiro, que presidia a Eletronuclear, foi preso e condenado a uma pena de 43 (QUARENTA E TRÊS ANOS ) de prisão, mais do que a pena imposta a Suzane von Richtoffen, que tramou e assistiu à morte dos pais, por espancamento. Note também que Judiciário de SP anulou o julgamento dos PMs responsáveis pelo massacre do Carandiru e os responsáveis do metrô, das empresas que tocavam as obras e das autoridades do governo paulista, naquele desmoronamento em Pinheiros, que abriu uma cratera com mais de 40m de diâmetro, 10 m de profundidade, que engoliu caminhões, máquinas e equipamentos, além de pessoas que passavam pelas vias próximas; 7 pessoas morreram na tragédia e as polícias, o MP e o PJ de SP não foram capazes de investigar, reunir provas e apontar os responsáveis. Não fiz confusão, pois os fatos que relatei têm algo em comum: o poder Judiciário. É fácil saber de que lado ele sempre está e a que interesses serve. No caso de sérgio moro e da turma da Fraude a Jato, sabemos que eles servem ao alto comando internacional, nos EUA; as oligarquias plutocráticas brasileiras ocupam posição mais abaixo na hierarquia a que sérgio moro e a Fraude a Jato servem.

  5. João disse:

    O que a Veja quis lembrar ao moro é o mesmo que o ministro disse aos procuradores, que cão da Casa Grande é feroz contra os inimigos da Casa Grande, mas com os amigos deve tronar-se um inofensivo cachorrinho. Assim como ele tem percepção seletiva, os que ele ajudou a derrubar um governo legítimo também têm. Ele vai entender, aliás, acho que nem precisava dizer. Será que isso dá processo?

  6. Esse artigo mostra com clareza, numa linguagem clara e diplomática,como o cinismo,a hipocrisia,a desonestidade se puseram a favor de uma conspiração hedionda contra o povo,que foi mais uma vez enganado,usando a grande mídia conservadora e corrupta.Agora este povo vai descobrir tardiamente sua ingenuidade e ignorância,vai ter seu sofrimento aumentado e daqui a alguns anos,depois de um prejuízo irreparável,verá o quanto foi feito de idiota por esses usurpadores e covardes.

  7. Adnan El Kadri disse:

    Com certeza é hora de enfrentar a farsa golpista, que afronta as regras da prisão temporária previstas na Constituição da República. moro=Savonarola pisoteia o Estado Democrático de Direito impunemente. Os movimentos organizados precisam se unir na luta contra moro e seus esbirros de curitiba. LULA é o maior patrimônio político da Democracia e do povo brasileiro. LULA é a garantia da civilização contra a barbárie.

  8. Márcio Martins disse:

    A eventual prisão de Lula seria um divisor de águas…quem duvida? A própria direita teme por isto…”caixa de pandora” a vista…seria Moro tão audaz?

  9. Romualdo disse:

    Não podemos é ficar parados só esperneando e esperando para reagir depois. Não sou filiado ao PT mas enviei uma ideia para a direção daquele partido e estou aguardando resposta. É simples. Basta mobilizar todos os filiados do PT e PCdoB, assim como os apoiadores espalhados pelas grandes cidades do Brasil para se “entregarem” nas portas das pf. Todos portando faixas dizendo: “SOU CÚMPLICE DO LULA. TÊM QUE ME PRENDER TAMBÉM”. Claro que com a devida cobertura da imprensa internacional. Já mandei fazer a minha faixa. Só aguardo um aceno.

  10. Marcelo Auler disse:

    Por ser considerado inapropriado, a partir da identificação do autor, este comentário foi retirado da página. Atenciosamente, Marcelo Auler

  11. João de Paiva disse:

    Caros Marcelo Auler e leitores,

    Mais do que oportuna, considero necessária a publicação de matérias como esta, denunciando a perseguição feita contra Lula, o Estado Fascista de Exceção que já vigora no Brasil – chancelado e coonestado pelo TRF4 e pelo STF, que se mostraram cúmplices e coniventes com os crimes continuados cometidos por sérgio moro e integrantes da Fraude a Jato – e a ditadura policial-judicial que impera neste tristes trópicos.

    O físico Rogério Cézar Cerqueira Leite citou Savonarola e o fim que este levou, a fogueira, citando-a de forma metafórica como o que o destino reserva ao torquemada paranaense, sérgio moro. Não lamentarei nem ficarei triste se sérgio moro for jogado, literalmente, numa fogueira. Mas melhor do que comentar é citar a tréplica que Cerqueira Leite escreveu.

    “Respondo aqui ao juiz Sergio Moro, embora ele não tenha se rebaixado a responder a um simples plebeu, preferindo incitar a Folha a censurar meus artigos (Painel do Leitor, 12/10). Acusa-me o juiz de promover atos de violência. O fogo a que me refiro é o fogo da história. Intelectos condicionados por princípios de intolerância não percebem a diferença entre metáforas e ações concretas. O juiz ainda se esquiva de responder à principal acusação que lhe faço, a de que é absolutamente parcial e está a serviço das classes dominantes.”

    Com se não bastasse essa cacetada, o historialista Elio Gaspari chancelou a crítica de Cerqueira Leite e comparou sérgio moro a Savonarola. E Gaspari, nascido na Itália, conhece bem a história desse frei dominicano que quis fazer de Florença um Estado Cristão. O torquemada paranaense cruzou o rubicão e começa a ser fritado pela imprensa golpista que o bajulou e o fez acreditar que era um ‘herói do Brasil’. Moro terá o mesmo destino de Joaquim Barbosa e Eduardo Cunha. A propósito: contra Eduardo Cunha há fartas provas de corrupção, sonegação, evasão de divisas, lavagem de dinheiro, ameaças a famílias de pessoas que poderiam denunciá-lo, chantagem política explícita, desvio de finalidade, uso do cargo de presidente da Câmara para aceitar um pedido fraudulento de impedimento da presidenta da república, dentre muitos outros crimes. Mesmo assim, Teori Zavascki e o STF permitiram a Cunha acolher e conduzir o golpe de Estado na Câmara. E depois de ter cassado o mandato de deputado federal, Eduardo Cunha jamais foi incomodado por sérgio moro, que sequer o convocou para prestar depoimento; vale dizer que sérgio moro mandou prender Guido Mantega sabendo que este acompanhava a esposa, que se internara num hospital, para ser submetida a uma cirurgia na cabeça, para tratar um câncer. Enquanto isso, Cláudia Cruz, esposa de Eduardo Cunha , que torrava milhares de dólares ganhos pelo marido por meio de prática criminosa, sequer foi localizada pelos oficiais de justiça encarregados por sérgio moro de entregar a ela uma intimação, para que ela prestasse depoimento. Há notícias de que Cláudia Cruz continua a gastar fortuna com pares de sapato que chegam a custar R$5 mil ou o equivalente ao que a presidenta Dilma Rousseff recebe hoje de aposentadoria, depois de 40 anos de trabalho e e 68 de idade.

    Apenas os tolos, os ingênuos, os de má-fé ou aqueles que compactuam com o nazifascismo ainda idolatram sérgio moro e os demais integrantes da Fraude a Jato. A ação da Fraude a Jato e do Judiciário, em especial o STF, chancelando, apoiando e participando do golpe de Estado perpetrado pelas oligarquias plutocráticas e pelas quadrilhas políticas mais corruptas, colocando no Planalto um antro de saqueadores, a serviço da banca nacional e estrangeira, alinhados e submissos ao alto comando estadunidense do golpe, não deixa dúvidas de que apenas os analfabetos políticos, históricos e sociais ou aqueles que compõem a elite econômica (a turma da bufunfa) dão guarida ao governo golpista e ao Estado Fascista de Exceção que ele utiliza para se estabelecer.

  12. Marcio Ravares d ' Amaral disse:

    Excelente artigo, oportuníssimo alerta! Para ler e reler com cuidado e preocupação. Parabéns!

  13. […] Fonte: Não é hora de pagar para ver! | Marcelo Auler […]

  14. Vitor Sorenzi disse:

    Na verdade, estou torcendo para a prisão acontecer. Ai sim vamos separar os homens das crianças….

  15. […] Fonte: Não é hora de pagar para ver! | Marcelo Auler […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *