Quando o fígado supera a razão
22 de maio de 2015
Curtas: A profecia de Darcy Ribeiro
22 de maio de 2015

Curtas: Quando o fígado supera a razão II

Marcelo Auler

A propósito do texto postado abaixo – “Quando o fígado supera a razão” – destaco um comentário que me foi feito por minha amiga, Gilda Portugal Gouvêa, que abrilhanta mais o debate em torno da questão dos jovens infratores. Ela alerta que não adianta apenas criarmos escolas em horário integral, é preciso mais: torná-las atraentes. No que estou lembrado, na ideia inicial de Darcy Ribeiro havia esta “atração” com diversificação de atividades paralelas. Mas, isto deixo para educadores comentarem.

A escola precisa ser atraente para os jovens, pois isso ela não está conseguindo ser. Não basta ser de período integral. Precisa ser atraente para os/as professores e diretores, pois com a rotatividade existente hoje nas nossas escolas não há organização que funcione. Como manter o/a jovem interessado/a? A rua é muito mais atraente !!!! Enquanto é criança ainda se consegue mante-lo/a na escola. Mas quando ele/ela adquire a liberdade de ir e vir a situação muda!!!”
Gilda, para quem não sabe, possui graduação em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1967), mestrado em Ciências Humanas pela Universidade de São Paulo (1971) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1994). Fez Pós Graduação na Cornell University – USA (1971-1974).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *