Compartilho: “O 0,1% aqui é só 0,01%”.
1 de junho de 2015
Redução da Maioridade – O Direito Penal não é solução; é o problema!
2 de junho de 2015

Compartilho: “Como a mídia joga contra o país”

Trago para o blog trecho do artigo postado hoje no Balaio do Kotscho, onde o leitor pode encontrar a sua íntegra. A propósito do assunto por ele abordado, lembro mais uma vez a velha máxima de Claudio Abramo – “O Jornalismo é o Exercício Diário da Inteligência e a Prática Cotidiana do Caráter”. Algo anda em faltra no nosso jornalismo, ao leitor cabe definir o que é. Abaixo trechos do artigo:

Pesquisas mostram como mídia joga contra o país

Ricardo Kotscho

Duas pesquisas divulgadas na semana passada por Ibope e Vox Populi sobre como os brasileiros se sentem em relação ao futuro mostram como a grande mídia joga contra o país para desgastar o governo, ao privilegiar e exagerar no noticiário negativo.

Foto Marcelo Auler (reprodução)

Foto Marcelo Auler (reprodução)

Para 41% dos brasileiros, segundo o Ibope, a imprensa mostra a situação econômica do país mais negativa do que na realidade o cidadão percebe.

“Isso revela que os níveis de contradição entre a realidade e o que a mídia publica chegaram a graus altíssimos”,

constata Laurindo Lalo Leal Filho, sociólogo, jornalista e professor da Escola de Comunicações e Artes da USP, em entrevista a Helder Lima, da Rede Brasil Atual.

Esta contradição apontada por Leal Filho pode ser explicada pelos números da “Pesquisa Brasileira de Mídia 2014”, também do Ibope: 75% dos 18.312 entrevistados em 848 municípios nunca lê jornal e 85% nunca lê qualquer revista. Apenas 6% dos brasileiros leem jornais diariamente. Acrescento: é este noticiário, porém, que serve de matéria prima e alimenta os comentários das redes sociais nas novas plataformas da mídia eletrônica.

Na mesma linha, pesquisa nacional do Vox Populi sobre sentimentos e expectativas a respeito da economia  revela que a opinião pública vive um pesadelo. Quase metade da população estima uma inflação mensal superior a 20% até o final do ano e apenas 7% dos entrevistados sabem que hoje menos de dez indivíduos em cada cem estão desempregados, enquanto 38% imaginam que a proporção de brasileiros sem emprego já ultrapassa os 40%.

“A nova pesquisa mostra que a quase totalidade dos brasileiros depois de ser bombardeada durante tanto tempo com a noção de “crise”, perdeu a capacidade de enxergar com realismo a situação da economia”,

analisa Marcos Coimbra, do Vox Populi, em artigo publicado na última edição da revista Carta Capital, sob o título “A crise e suas interpretações”.

Na abertura do texto, Coimbra se pergunta:

“Quanto mal uma mídia partidarizada pode causar a um País? Que prejuízos a irresponsabilidade dos veículos de comunicação traz à sociedade?”

continua: http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/

Novamente cabe ao leitor refletir e tentar responder esta pergunta, acrescento eu, Marcelo Auler.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *