Almir dos Santos

14 de julho de 2017
Ao imobilizarem Ademir já caido ao chão, servidor da Receita acabou por pressionar o tórax da vítima com seu joelho o que, segundo o perito independente, pode ter contribuído para a asfixia. (Foto Reprodução)

Morte na Aduana chega à Câmara dos Deputados

Marcelo Auler A investigação sobre a suspeita morte do paranaense Ademir Gonçalves Costa (39 anos), ocorrida em 28 de janeiro, na Aduana da Receita Federal, na […]