Cai parte da censura ao blog: DPF Moscardi erra e juíza extingue processo

Na coluna de Lauro Jardim o anuncio da promessa feita por um delator aos procuradores. Quem vazou?
Lauro Jardim entrega sua fonte: os procuradores. E agora, dr. Janot?
13 de junho de 2016
manchetes da desconstrução Mosaico
Ministros do TST contra a desconstrução promovida por Temer
15 de junho de 2016

Cai parte da censura ao blog: DPF Moscardi erra e juíza extingue processo

Ação Moscardi 11ª Vara - ação extinta 2

Marcelo Auler

CAI PARTE DA CENSURAAo descobrir um erro na inicial da ação, que passou  desapercebido por técnicos do Juizado e até pela nossa leitura, a juíza Vanessa Bassani, do 12° Juizado Especial de Curitiba, extinguiu, na segunda-feira (13/06), a ação de indenização proposta pelo delegado Maurício Moscardi Grillo contra este blog.

Com isto, caiu a liminar que ela concedeu em 5 de maio determinando a retirada de oito reportagens aqui postadas e nos impedindo de “divulgar novas matérias com conteúdo capaz de ser interpretado como ofensivo ao reclamante, sob pena de adoção das medidas coercitivas pertinentes”. Esta ordem foi interpretada por todos como “censura prévia” e gerou protestos no Brasil e no exterior, como mostramos nos últimos dias.

As oito matérias censuradas já estão disponíveis no blog  para leitura:

Lava Jato, cai o delegado das mordomias do Paraná  (08/04);

Policia Federal sem verba para a Luz, mas com mordomias (11/02);

Lava Jato: Moro reacendeu as suspeitas do grampo ilegal na PF (23/01)

Investigações da Lava Jato: dois pesos e duas medidas (30/12)

Lava Jato: surge nova denúncia de irregularidade (06/12)

Lava Jato: DPF delega investigação do vazamento (02/12)

Grampo da Lava Jato: aproxima-se a hora da verdade (21/11)

Lava Jato: surgem mais grampos na PF-PR. “Grampolândia”? (04/11)

Por força da decisão do juiz Nei Roberto de Barros Guimarães, do 8° Juizado Especial de Curitiba, permanecem impedidas de serem visualizadas pelo público duas postagens cuja censura foi solicitada pela delegada federal Erika Milalik Marena. São elas:

Carta aberta ao ministro Eugênio Aragão (22/03);

Novo ministro Eugênio Aragão brigou contra e foi vítima dos vazamentos (16/03);

açao 11ª Juizado Especial editada

Na primeira tentativa de processar o blog, o delegado Moscardi teve a ação extinta por incompetência territorial. A juíza Flávia da Costa Viana o alertou que o fórum certo era Santa Felicidade, mas ele insistiu no processo no juizado errado. Erro ou desleixo? (Reprodução editada)

A ação do delegado Moscardi extinta pela juíza Vanessa Bassani, na verdade era a segunda que ele tinha proposto contra este blog. Na primeira tentativa, o processo de indenização por danos morais e censura ao blog foi distribuído ao 11º Juizado Especial de Curitiba. Mas acabou rejeitado pela juíza Flávia da Costa Viana, que decretou sua extinção.

Incompetência territorial – A decisão da juíza Flávia respaldou-se na constatação da secretaria do Juizado de que o delegado apresentou endereço residencial no bairro de Santa Felicidade, o que inviabilizava o ajuizamento de ação no Juizado Especial do Centro de Curitiba. Como foi lembrado pela magistrada, o bairro em que Moscardi reside é atendido por outro fórum, o de Santa Felicidade. Por isso, ela extinguiu o processo alegando incompetência territorial.

Caberia ao delegado e  à sua advogada, Márcia Eveline Mialik Marena, reapresentarem a ação no juizado do bairro. Mas eles preferiram simplesmente modificar o endereço na inicial da ação, citando o da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, à rua Sandália Monzon, no bairro de Santa Cândida, no qual Moscardi trabalha.

Os dois, porém, cometeram um erro grosseiro. Nos documentos anexados à inicial, apresentaram como prova residencial a conta de energia da casa do delegado, no bairro de Santa Felicidade. Assim, na ação, eles citavam o endereço profissional, mas apresentavam prova do endereço residencial. Desleixo?

O erro passou desapercebido pela secretaria do Juizado, pela juíza e até por mim, que li a inicial e não reparei nos documentos anexados. Mas, ao voltar a analisar o processo após apresentarmos nossa manifestação sobre a reclamação que o delegado fez pedindo medida coercitiva contra o blogueiro – Delegado reclama do blog, pede segredo de Justiça e medida coercitiva contra jornalista – a juíza Bassani notou a discrepância de uma ação impetrada no juizado do centro de Curitiba com endereço residencial de um bairro  sede de um Juizado Especial. Imediatamente ela extinguiu o processo pelo mesmo motivo apresentado por sua colega: incompetência territorial.

Juiza Vanessa Bassani extingue a ação de Moscardi por  apresentar dois endereços. (Reprodução editada)

Mesmo após ter rejeitada a primeira ação no fórum do centro da capital, Moscardi não procurou o juizado do seu bairro e apresentou uma ação com dois endereços. Ao perceber o erro grosseiro, a Juíza Vanessa Bassani extinguiu a ação. (Reprodução editada)

Censura de duas matérias -Agora, caso queira, Moscardi terá que apresentar um nova ação no juizado do bairro em que mora. Diante da repercussão que o caso teve, inclusive em órgãos de defesa dos jornalistas no Brasil e no exterior – veja em Elio Gaspari: “O ‘CALA-BOCA’ VAI BEM, OBRIGADO”Da Folha de S.Paulo: Operação CensuraJornalismo nas Américas: “a censura (no Brasil) tem sido prática recorrente”O repúdio à Censura ao blog continua no Brasil e no exteriorABI e Abraji protestam contra a censura imposta ao blog; e ainda A censura agora veste toga – é muito pouco provável que nova censura seja decretada, tal como Moscardi gostaria.

Resta-nos agora, através dos advogados Rogério Bueno da Silva, Tarso Cabral Violin e Thaisa Wosniack, do escritório Rogério Bueno, Advogados Associados, que defendem o blog no judiciário do Paraná, suspender a liminar obtida pela delegada Érika Mialik Marena, que mantém suspensas duas matérias por ela consideradas ofensivas e mentirosas. Os advogados tentarão mostrar ao juiz Nei Roberto de Barros Guimarães, do 8° Juizado Especial, que sua decisão colide frontalmente com julgados anteriores do Supremo Tribunal Federal. Sem falar que o blog possui documentos e testemunhas de tudo o que afirmou nas mesmas.

Protestos e solidariedade – Enquanto isso, continuamos recebendo solidariedade e notícias de protestos por conta desta censura. Não apenas nós, mas também os colegas do jornal Gazeta do Povo, no Paraná, que respondem a mais de 40 processos ajuizados por juízes e promotores paranaenses, por conta da reportagem falando dos altos salários que a magistratura e o Ministério Público recebem.

A Associação Nacional dos Jornais (ANJ) exibiu em sua página reportagens sobre estes assuntos: Censura judicial prévia contra jornalista imposta durante a Lava Jato ganha repercussão internacional e Série de ações de magistrados contra a Gazeta do Povo visa intimidar e não obter justiça, diz ANJ.

discurso chico alencar

 Também a reportagem publicada pelo Centro Knight para o Jornalismo nas Américas da Universidade do Texas em Austin (EUA) já foi reproduzida no site deles em inglês – Brazilian journalist fights against judicial censorship during Operation Car Wash – e em espanhol: Periodista brasileño lucha contra censura judicial impuesta durante la Operación ‘Lava Jato’. Como noticiamos, o Centro de Proteção aos Jornalistas, entidade sediada em Nova Iorque, denunciou o caso em seu site. A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e a Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos (Abraji) foram outras que protestaram.

Perseguição em Vitória (ES) – Em Brasília, o deputado Chico Alencar, do PSOL do Rio de Janeiro, registrou protesto nos anais da Câmara dos Deputados (leia acima). O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) movimenta-se para levar o caso da censura e dos processos contra jornalistas para um debate na Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Mas não pretende abordar apenas a situação do nosso blog e as ações contra os repórteres da Gazeta do Povo no Paraná. Convidará o jornalista Rogério Medeiros, editor do jornal eletrônico Século Diário, de Vitória (ES).

Prestes a completar 16 anos de história, o Século Diário sofre um cerco judicial nos últimos anos. A publicação e seus jornalistas respondem a mais de 50 ações, entre casos cíveis e criminais. A perseguição teve início após a publicação de denúncias contra magistrados relacionados à operação da Polícia Federal denominada “Naufrágio”, deflagrada em 2008.

Hoje, agentes políticos e os principais clãs do Judiciário capixaba promovem um verdadeiro assédio processual.  Medeiros já foi alvo de três condenações à prisão pelos denominados “crimes contra a honra” – calúnia, injúria e difamação. Mais recentemente, a publicação foi alvo de censura prévia, além de obrigada a retirar matérias contra o governador Paulo Hartung (PMDB). O juiz de 1º grau proibiu, inclusive, a publicação de fazer qualquer referência à liminar.

Também em Brasília, o deputado Wadih Damous (PT-RJ) manifestou-se em vídeo sobre toda esta perseguição à imprensa. Para ele, tudo isso faz parte do golpe que derrubou a presidente Dilma Rousseff. (ouça abaixo):

 

 

Apoio:

Advocacia Eny Moreira

28 Comentários

  1. […] Erro na documentação – O atual recurso de Moscardi tanto no 12° Juizado Especial como na Turma Recursal é por conta da extinção de uma ação decretada pela juíza Vanessa Bassoni, como noticiamos em Cai parte da censura ao blog: DPF Moscardi erra e juíza extingue processo. […]

  2. Manu disse:

    A boneca se ferrou, o Justiceiro nao vai dar aquela mãozinha. ….

  3. […] Com isso, o jornalista não está mais impedido de “divulgar novas matérias com conteúdo capaz de ser interpretado como ofensivo ao reclamante.” As outras duas matérias, envolvendo a delegada Erika Mialik Marena, permancem censuradas. As oito reportagens que haviam sido anteriormente censuradas podem agora ser acessadas no blog do jornalista. […]

  4. […] Veja matéria: Cai parte da censura ao blog: DPF Moscardi erra e juíza extingue processo […]

  5. Alfa e Omega disse:

    Parabéns Marcelo Auler. A verdade vence a mentira, a perseguição e o ódio. Se você que é jornalista e vem sendo perseguido por parte desta Deltolândia desvairada, imagine o restante que ousa desafiar alguns destes. Muitos colegas Agentes, Escrivães e Papiloscopistas da última greve, 2012, foram moídos por processos disciplinares e sindicâncias. Até suicídios aconteceram. A Polícia Federal necessita é de carreira única com critérios rígidos, progressão baseada em resultados, menos holofotes, oportunismos e vazamentos seletivos.

  6. Cláudio P. Pinheiro, o CPP! disse:

    “A HORA É ESSA, A DEMOCRACIA TEM PRESSA!”
    “O BRASIL VARONIL UNIDO CONTRA O GOLPE E O PLANETA DE OLHO!”
    BOA NOITE GENTE BOA,
    BOA NOITE MEUS BROTHERS,
    “ORGULHEM-SE DE SUAS ORIGENS!” PARABÉNS!”
    “DILMA DO BRASIL, HEROÍNA VIVA DO NOSSO BRASIL VARONIL!”
    “DILMA DO BRASIL, SUPRAPARTIDÁRIA!”
    DILMA DO BRASIL PRIMEIRA MULHER PRESIDENTA DO NOSSO BRASIL VARONIL! OH! GLÓRIA!
    GENTE BOA,
    MEUS BROTHERS,
    Caia pra cima DILMA DO BRASIL!
    TENTE MAIS UMA VEZ E VENCEREMOS!
    NOCAUTE NESTA QUADRILHA QUE ENVERGONHA O PLANETA E JÁÁÁÁÁÁÁ…!!!
    PEDALAR É SAUDÁVEL!
    PEDALAR É LEGAL!
    PEDALAR É NOBREZA PURA!
    DILMA DO BRASIL, FICHA LIMPA!
    DILMA DO BRASIL, MÃOS LIMPAS!
    DILMA DO BRASIL, HEROÍNA VIVA DO NOSSO BRASIL VARONIL!
    OS SENADORES ESTÃO EM TORMENTOSA DÚVIDA! SIM, OS NÃO ALIADOS DA QUADRILHA ESTÃO ESPERANDO SÓ UM EMPURRÃOZINHO PARA ENTENDER DE VEZ O VERDADEIRO PAPEL DE UM SENADOR DA REPÚBLICA!
    ELES JÁ ESTÃO PREOCUPADOS! NÃO QUEREM EMBARCAR NESSA FRIA! NESSE VERGONHOSO GOLPE ENGENDRADO POR CUNHA, AÉCIO, FHC, TEMER, GILMAR MENDES E SEUS ASSECLAS! PARTE PRA CIMA DILMA DO BRASIL E O BRASIL DA VERDADE VENCERÁ!
    “O GOLPE NÃO PASSARÁ!”
    “DILMA DO BRASIL FICA!”
    “CEM POR CENTO DEMOCRACIA JÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ…!!!”
    Meus Brothers, Gente boa, Caro Darlan, o Dan Matias, o mal não se traduz em siglas partidárias, estas ou aquelas e sim nos facínoras oportunistas nelas infiltrados!
    São verdadeiras “superbactérias”! Agem livremente, escancaradamente, propiciando abalos perigosíssimos à nossa, ainda incipiente, DEMOCRACIA! Elementos perniciosos de altíssima periculosidade que estão sempre tramando, dia e noite, incessantemente, contra a Nação brasileira, contra as nossas liberdades democráticas conquistadas com suor, sangue e sacrifício de preciosíssimas vidas de jovens brasileirinhos e brasileirinhas! Entendeu meu brother Dan Matias!
    Vida que segue!
    SEM GOLPE! SEM TRAIÇÃO! SEM CONSPIRAÇÃO! SEM CORRUPÇÃO!
    Não podemos nos acovardar! Acovardados? Nunquinha!
    “É preciso estar atento e forte!”
    Viva o nosso heróico Nordeste, viva o nosso Brasil varonil!
    Viva o nosso amado povão!
    “vamos à luta!”
    “A luta continua companheiros!”
    “Ao trabalho!”
    “SEM GOLPE! SEM TRAIÇÃO! SEM CONSPIRAÇÃO! SEM CORRUPÇÃO!”
    “CEM POR CENTO DEMOCRACIA JÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ…!!!”
    “O PRÉ-SAL É NOSSO!” “O PETRÓLEO É NOSSO!”
    “JUÍZO GENTE! JUÍZO MESMO! JUÍZO JÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ…!!!”
    “A HORA É ESSA, A DEMOCRACIA TEM PRESSA!”
    “AMANHÃ PODERÁ SER TARDE DEMAIS!”

  7. Jurisconsulto disse:

    Um amigo de um amigo, que tem um amigo muito próximo de alguém da Jf/PR me disse o seguinte: nem o didi mocó faria um conclusão melhor daquela contida no ipl 737!!! Parabéns!!!

    • assedios judiciais disse:

      esses inqueritos da pf, decisoes judiciais de censura e sindicâncias perseguidoras narradas por este jornalista porreta sao verdadeiros assedios processuais contra o livre direito de expressar e denunciar as praticas nada ortodoxas praticadas por servidores publicos e nada tem a ver com essa operacao aonde resolveram o problema do brasil tirando os corruptos, e colocando os honestos temmer e seus amigos dos amigos no poder. tudo resolvido, para quem saiu de verde e amarelo na rua agora deve estar feliz.

  8. Psicodoido (CESPE) disse:

    Boi branco anda com boi branco. Veja só o meu currículo…

  9. Joao Miranda disse:

    Que comédia! Houve fraude na propositura da ação também. Errou o Juízo! Será que ele achou que teria amiguinhos no Juízo errado também? Será que esse Juízo errado foi o que julgou as ações que o delegado Igor Romário e Erika Mialik propuseram contra o nobre jornalista? Estranho esse erro proposital hein, mesmo depois de instado a corrigi-lo.
    Não é por acaso que o delegado Moscardi até hoje é sub judice na PF por reprovação no psicotécnico.
    Pior de tudo é ver como o inquérito 737 foi conduzido para proteger gente que fez coisa errada e tentar punir inocentes.

    • seu creissú do concurso de 93 (já fui esse erre, vo se adidu e so puliça onestu, eu agarantchu!) disse:

      seu juaum, eu vou aixplicar proce com pensa e funciona esses povu da lava os jato, eles pensu assim:

      “vamu po quaisquer cousa ai nos papel, que us juiz é tudu nossu, se dé merda, nois vai e assedia o juiz atraveis daquele outro juiz que é nossu, atraveis da piazada da nossa igreja evangélica, atraveis da globo, do estadão, da época, que é tudo nossus. Se ainda assim num dé sertu, daí nóis entra com outra ação, e põe menti na petissaum inicial, pra diligadu di puliça amigo desse povo tudo aí, num dá nada serto!?!”

      “se memu assim não dé sertu, a genti manda a japuneusa neuma delata os juiz tudo, e fala pro juiz dá a tar da liminar, senão vai entra na lava o jatu!”

      “dai se memu assim ainda não dé sertu, a gente manda o he, ops, manda um dos nossu agenti onestu planta um kilo de farinha paraguaia no carro do nosso inimigo, porqui nóis é foda genti, nóis é foda, nóis é us lavu os jatu!”

  10. Terezinha Costa disse:

    Fico feliz por você, Marcelo. Pena que a censura tenha caído por um detalhe processual e não pelo reconhecimento da Justiça de que numa democracia não cabe censura à imprensa.

    • Jon Taco da Vila Zumbi disse:

      Dona Terezinha, esse detalhe é só mais uma evidência de como opera um judiciário retrógrado, reaça e acima de tudo, covarde!
      Covarde quando por medo da imprensa dominante e da avalanche de atenção que esta imprensa dá pra lava jato, concede decisões ridículas como esta da censura prévia.
      E covarde mais uma vez e mais ainda, quando recua através de um subterfúgio, de uma chicana, pra determinar o fim do processo.

      Com todo respeito, mas é uma justicinha de m…..

      Ainda tenho esperança nos verdadeiros magistrados, que estavam e ainda estão acanhados, mas já começam a perder o medo desses movimentos violentos, e começam sim a se manifestar.

      A justiça de verdade vai aparecer, vai botar a cara.
      E ai, bem, ai vai faltar fralda geriátrica na PF PR.

  11. Dilma Coelho disse:

    Primeiramente: FORA TEMER GOLPISTA, família e quadrilha…
    Parabéns Marcelo! Espero que o assunto esteja resolvido. Você merece todo o nosso respeito. Essa acusadora tem inteligência curta. Se os textos haviam sido publicados, quem teria de ler já havia lido, ela só atiçou a curiosidade e os textos foram divulgados mais do que se imaginava. Penso que o negócio deles, judiciário, é, em parte, dinheiro. Essa turma do judiciário devem estar adivinhando, estão com medo de perder a boquinha…
    Cunha morreu, Temer agoniza, Dilma RENASCE.
    VOLTA RÁPIDO QUERIDA.

  12. Vinícius Pinheiro disse:

    Parabéns Marcelo! Quem não deve não teme!Abç

  13. Paulo Peixoto disse:

    O inquérito 737 é aquele q comentam aqui q dentre outras coisitas absurdas foi juntado as conversas de Whatsup do delegado grillo com o delegado Fantom? e na maior cara dura o Delegado Grillo tenta direcionar a condução da investigação realizada pelo seu ex-amigo delegado Fantom??? Pedindo inclusive para NÃO juntar o Termo de reconhecimento feito pela Nelma Kodama, a UNICA presa condenada do Brasil q cumpre pena em Uma carceragem da policial federal, carceragem q é destinada a presos provisórios?? Será que enganaram a Nelma, como fizeram com a Meire?
    E agora q ela n conseguiu nenhum
    Benefício, esse pessoal esta com medo de mandar a Nelma
    E a sua marida que vivem VERGONHOSAMENTE maritalmente na carceragem SRPR de volta p o presidio e quando chegar la sem as regalias que tem aqui na SR, ela abra a boca e conte as coisitas que aconteceram? P

  14. João de Paiva disse:

    Ruy Brabosa, há um século, sentenciou: “A pior ditadura é a do Judiciário”. Atualíssima a afirmação de RB. É por isso que todos devemos denunciar o golpismo e o fascismo que caracterizam a atuação do Judiciário brasileiro. Assim como a PF e o MP, o Judiciário brasileiro é ator do golpe de Estado e quer impor ao País um regime de exceção, autoritário, que coage, intimida, sentencia e detém as pessoas que ousam criticar e denunciar a mazelas desse poder oligárquico e plutocrata, tão ou mais corrupto que os poderes políticos contra os quais tem investido nos últimos anos. Na verdade o PJ brasileiro quer tomar TODOS os poderes pra si; o desmonte e aniquilamento da Esquerda Política, e mesmo do sistema político fisiológico e corrupto, não tem o objetivo de sanear os poderes políticos, mas subjugá-los ao PJ e à oligarquia plutocrata que este último poder representa.

    Dada a grande repercussão negativa que a intempestiva e descabida ação dos juízes paranaenses que concederam liminares a delegados da Farsa a Jato, impondo censura ao blog, sou levado a pensar que a juíza Vanessa Bessani tomou por empréstimo a lupa citada por Luís Roberto Barroso (em cínica e covarde declaração a uma revista semanal, dizendo que “O impeachment depende de crime de responsabilidade. Mas, no presidencialismo brasileiro, se você procurar com lupa, é quase impossível não encontrar algum tipo de infração pelo menos de natureza orçamentária. Portanto, o impeachment acaba sendo, na verdade, a invocação do crime de responsabilidade, que você sempre vai achar, mais a perda de sustentação política”) e a utilizou para encontrar erros no processo de modo a invalidá-lo e assim declarar a extinção do mesmo. Presumo que Vanessa Bessani tenha se sentido aliviada ao encontrar os erros primários que lhe permitiram declarar extinta a descabida ação por danos morais impetrada pelo dpf Maurício Moscardi Grillo contra o jornalista Marcelo Auler. Bessani livrou-se de um abacaxi e deixou a condição de ‘vidraça’. Sabemos que o ego e a vaidade dos magistrados não conhecem limites. Aí estão os exemplos de Luís Roberto Barroso, Luiz Edson Fachin e Teori Zavascki, para comprovar; fustigados pela mídia golpista e pela direita fascistóide, os três se acoelharam e passaram a rezar na cartilha do golpe. Com Joaquim Barbosa nem isso foi preciso: bastou que o PIG lhe oferecesse o proscênio e os holofotes e a Globo um emprego para um filho, para que o primeiro negro (nomeado por Lula e que pedira a José Dirceu interferir por sua indicação a uma cadeira na suprema côrte brasileira) a ser nomeado ministro do STF se transformasse num capitão-do-mato para o PT e paras os petistas e um super-herói da direita fascistóide e do PIG.

    Tão deletéria é a ditadura do Judiciário que até mesmo jornalistas conservadores que trabalham em veículos do PIG/PPV estão preocupados e parecem em estado de atenção e alerta. Se a perniciosa associação PF-PJ-Mídia é uma máquina de moer reputações e cometer atrocidades e injustiças, o PJ sabe que se o PIG inteiro se voltar contra ele, pode desmoralizá-lo em pouco tempo. Se o PIG pode derrubar governos, pode também levar ao descrédito um Judiciário, seletivo, parcial, corrupto e ineficiente como o brasileiro. E um Judiciário sem credibilidade e respeitabilidade pode-se considerar morto. Por essas e outras razões é que se consideram os veículos de comunicação como um 4º poder.

    Por tudo o que expus acima, fica cada vez mais evidente a necessidade de se democratizar os veículos de comunicação de massa em nosso País. O golpe de Estado e a ditadura do Judiciário-Ministério Público-Polícia Federal não teriam o desfecho que temos visto, caso os veículos da chamada ‘grande mídia’ fossem plurais e estivessem cumprindo o papel que deles se espera num Estado Democrático. A cereja do bolo é que as Forças Armada parecem coniventes com os golpistas.

  15. […] parte da censura imposta ao Blog do Marcelo Auler pela Justiça do Paraná, a pedido do Delegado Maurício Moscardi […]

  16. Zé do xifre disse:

    Que piada!!!

  17. vamos ver como termina. disse:

    E agora será que a Corregedoria da “corrupcao imaterial abstrata do ipl 737″ vai divulgar também que este Delegado COMETEU CRIME AO FRAUDAR DELIBERADAMENTE UMA SINDICÂNCIA SOBRE UMA ESCUTA ILEGAL IMPLANTADA DENTRO DE UMA CELA PELA POLICIA FEDERAL DE CURITIBA E FOI INDICIADO POR ISSO ?

    Será que o MPF dos amigos de CURITIBA que nao estao nem ai pra LEI, vao atrás da cozinha gourmet na PF montada com dinheiro publico fraudado por recibos de verba secreta por esse delegado? Ou vai aceitar a desculpa que ele pagou do bolso ????????

    Será que vai atrás dos vazamentos criminosos e dos encontros nebulosos desse mesmo delegado com o jornalista RICARDO BRANT fora da PF, em um shopping em Curitiba, conforme o mesmo relatou em seu depoimento dentro do absurdo juridico desse ipl 737?

    Vamos ver… eu so quero um microfone.

    A verdade so incomoda a quem vive de mentiras.

    • SILVIO disse:

      ora pq que os procuradores teriam que ir atras das falcatruas da pf do parana se eles nem sao os fiscais da lei e muito menos o controle externo da atividade policial ?

  18. Paulo Peixoto disse:

    Quem é a advogada do Dr. sindicancia arredondada? É a irmã da delegada amiga do cara da folha de sp, ex-diario oficial da OLJ? Esse delegado GRillo é o q conduziu a sindicancia que segundo ele, o grampo ilegal encontrado na cela do preso estava inativo e se encontrava la desde da epoca que o beira mar ficou preso na SR? O equipamento foi periciado? A agente Dalmey que instalou o grampo então mentiu e colocou sua carreira em risco ao afirmar perante o Juiz Que o equipamento encontrado, foi instalado por ele a pedido dos deltas paranaenses p captar conversas dos presos da OLV? Então é mentira tambem que já foram extraidos os audios de conversas do Youssef e que o equipamento estava ATIVO!!! Então é mentira que a sindicancia da sindcancia fraudada já esta relatada e confirmou que houve falcatrua e afirma que houve pratica de crimes por parte dos deltas paranaenses? Ia me esquecendo, e A Meire!!! A Meire É outra mentirosa né!!! Criou
    Todas aquelas conversas via whatsup para tantar denegrir a imagens dos intocavies deltas da OLV, é tudo mentira né! Mas mesmo assim dias atras ela
    Passou mais de 4 horas relatando tudo isso a certos orgãos! Quanta injustiça desse povo! Fazem de tudo p denegrir a imagem desses ilibados funcionarios publicos!!!! E ainda tem gente aqui na SR que fala que tinha grampo ilegal no fumodromo!!! Quanta maldade!!!

  19. João Batista disse:

    A situação evidencia dentre outras coisas: 1- que a advogadazinha é muito fraca (dizem lá no Paraná que ela é boa em outras coisas); 2- que esses delegados aecistas, de fato, são dados a “colocar qualquer coisa no papel”, como já denunciado pelos policiais chamados de dissidentes em diversas oportunidades; 3- que mesmo em um país que vive uma onda de ódio, violência e fascismo, em geral, a justiça temde a acertar, com o tempo.

    • Esquecida pelo Eduardo disse:

      Ela esquece que contou pra pessoas de bem como foi que esconderam a presença de autoridades com prerrogativa de foro na primeira fase da leva jato. André Vargas que o diga, kkkk.
      Esquece que contou que era fácil enganar , especialmente com a conivência do magistrado.
      Esquece que contou que com a ordem do juiz continuaram as investigações quando tudo deveria estar parado com o stf ainda em 2014. Digitalizaram tudo e tocaram o barco.
      Esquece como pediram pra esse mesmo juiz remover para Curitiba um servidor do STF.
      Esquece que esse servidor tinha sido escolhido para substituir o Eduardo que devolve relógio no coração da preferida da PF.

Deixe uma resposta

O Blog não faz censura ideológica, removemos comentários que façam ingerência na vida íntima das pessoas – que não sejam pertinentes à postagem – assim como denúncias que não temos como comprovar. Também será excluído palavreado chulo. Entendemos que em determinados casos as pessoas usem pseudônimos para manter sua privacidade, o Blog, em uma atitude de cautela, não permitirá que pseudônimos diversos sejam utilizados pelos mesmo remetente. Detectados estes casos, os comentários serão removidos.

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>