Fora Temer, em Paris, com orquestra e Apesar de Você
7 de junho de 2016
Sem credibilidade, jornais não valem nem dois réis de mel coado
8 de junho de 2016

Fim da impunidade? O japonês da federal preso… 13 anos depois. Por corrupção

Marcelo Auler (*)

Na página do Facebook do MF sobre as dez Medidas Contra corrupção, a imagem que representa a Polícia Federal é a do japonês Ishii que sequer faz parte da Força Tarefa. Isso irrita os delegados - reprodução

Ele já apareceu nas páginas do Face Book como um dos heróis do combate a corrupção, ao lado do procurador Deltan Dallagnol e doi juiz Sérgio Moro. Hoje, o japonês da federal, Newton Ishii, está preso para cumprir pena por corrupção.

Treze anos depois de ser preso na Operação Sucuri – uma das primeiras das grandes operações introduzidas na Polícia Federal a partir da posse do delegado Paulo Lacerda na diretoria-geral do DPF – e sete depois de receber a primeira sentença, o agente de polícia federal Newton Hidenori Ishii, popularmente conhecido como “o Japonês da federal” de tanto aparecer como papagaio de pirata em fotografias e filmes conduzindo presos da Operação Lava Jato, foi preso na terça-feira (06/06/2016). A notícia foi dada agora pela manhã pelo Tijolaço: Sensacional: Polícia Federal prendeu “Japonês da Federal”

Ele deverá cumprir quatro anos, dois meses e 21 dias de reclusão, dos quais serão descontados os quatro meses em que permaneceu em prisão preventiva no início da Operação.

Ishii, das vezes em que conversou com este blog, alegava que sua condenação tinha sido transformada em pena alternativa, com prestação de serviços à comunidade. Mas, pelo jeito, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) não admitiu isto. No último dia 30/05 (segunda-feira), o relator do recurso Especial 1460327, ministro Félix Fischer, exarou despacho nos autos cobrando: “Solicitem-se informações acerca do cumprimento do determinado na decisão de fls. 10.128/10.135“.

O despacho foi publicado sexta-feira (03/06) e o Japonês Bonzinho, como ele foi definido nos diálogos gravados entre o ex-senador Delcídio do Amaral e Bernardo Cerveró, filho de Nestor Cerveró, acabou preso na terça-feira. Está na custódia da Superintendência da Polícia Federal do Paraná (SR/DPF/PR) mesmo local onde acompanhou incontáveis presos da Operação Lava Jato, conquistando fama com isto. No último carnaval seu rosto tornou-se máscara e ele foi citado até em marchas.

A impunidade de Newton Ishii foi ressaltada aqui neste blog em 22 de fevereiro passado na reportagem Newton Ishii, o “japonês da federal”, 13 anos de impunidade. Três dias depois, em decisão monocrática, o ministro Fischer deu sua decisão, recusando o Recurso Especial que estava em alguma prateleira do seu gabinete desde abril de 2015 para ser decidido.

Newton Ishii na Câmara =- Reprodução Pragmatismo político

Ao visitar o Congresso, o sucesso lhe permitiu ingressar no plenário e fazer sefies com deputados, como se fosse o símbolo do combate à corrupção. Agora está preso. Bolsonaro o visitará?

Como lembramos na reportagem  STJ mantém condenação e aposentadoria do “japonês da federal”, Ishii foi condenado junto com Ocimar Alves de Moura e Marcos de Oliveira Miranda. Os  dois últimos tiveram a perda do cargo confirmada, enquanto o japonês livrou-se da demissão por ter pedido aposentadoria antes da primeira sentença. Ishii chegou a responder dois Processos Administrativos Disciplinares (PAD) e em ambos houve a decisão da sua expulsão, mas os dois foram anulados por falhas processuais, o que lhe permitirá cumprir a pena por corrupção recebendo os vendimentos de agente aposentado.

Sua primeira sentença foi assinada em 30 de abril de 2009, pelo juiz da 1ª Vara Criminal Federal de Foz de Iguaçu, Pedro Carvalho Aguirre Filho e até hoje, inexplicavelmente, vem sendo mantido em segredo de Justiça enquanto no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (que reduziu a pena) e no STJ, o andamento dos processos e as decisões são públicas. Na mesma ação penal, o policial federal Rogério Fleury Watanabe foi absolvido por falta de prova.

O curioso é que de tanto aparecer nas fotos, Ishii tornou-se um símbolo do combate à corrupção, embora àquela época já estivesse condenado por corrupção. Esta contradição foi apontada aqui no blog na reportagem A contradição de combater a corrupção e poupar criminosos. Nela, mostramos o endeusamento ao japonês, inclusive dentro do Congresso Nacional quando deputados como Jair Bolsonaro, que se mostra combatente da corrupção

uma condenação misteriosa e a impunidade que dura 13 anos.

Newton Ishi, após 13 anos de impunidade, começa a cumprir a pena por corrupção. mas continuará recebendo sua aposentadorisa.

Em páginas do Face book colocadas por admiradores da Lava Jato, ele apareceu ao lado do juiz Sérgio Moro e dos procurador da República Deltan Dallagnol, como membro do trio que estaria erradicando a corrupção do país, como mostramos aqui em 9 de fevereiro – Delegados da PF sobre o japonês: “vexatório, tragédia, patético”

Na época, ele já estava condenado em segunda instância, pois o Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmara a sentença do juiz da Vara Federal Criminal de Foz do Iguaçu.

Na reportagem dizíamos:

“O fato de um agente condenado por corrupção, cuja expulsão do DPF foi revertida por uma questão técnica e não pela prova de sua inocência, tornar-se o rosto dos federais nas operações gerou desconforto interno entre seus colegas.

Japones Vexatorio  editadaDe tanto aparecer nas fotos das 22 fases da Operação Lava Jato escoltando presos, Newton Hidenori Ishii, 60 anos, virou o retrato do Departamento de Polícia Federal (DPF) na Operação Lava Jato para a população. Mais curioso ainda é a propaganda que aparece no Face book relacionando o Ministério Público Federal e o juiz Sérgio Moro (acima) com a campanha do abaixo-assinado para propor ao Congresso um projeto de iniciativa popular com mudanças nas leis de combate à corrupção.”

Entre os policiais federais as críticas circulavam no Face book, como a colocada por um delegado federal responsabilizando a Comunicação Social do DPF por ter permitido esta confusão na imagem da instituição. Como mostramos à época, foram diversas as críticas ao fato de Ishii aparecer como a “representação” da Polícia Federal na Força Tarefa da Lava jato, à qual ele jamais pertenceu.

É simplesmente vexatório deixarem esse japonês (…) virar um rosto da PF em um momento tão importante”, reclamou um delegado federal na página da categoria no Face book.

Provavelmente para evitar o constrangimento de ser fotografado sendo conduzido para a custódia, Ishii apresentou-se à Polícia na manhã de terça-feira. Agora, o japonês, que com a ajuda da mídia transformou-se em um dos símbolos da Lava Jato, está recolhido atrás das grades.

(*) Matéria reeditada às 18:24H para corrigir o erro no texto original no horário de apresentação do agente Ishii à Superintendência da Polícia Federal. Segundo Nota da Federação Nacional dos Policiais Federais, foi às 11:00H e não à noite como afirmamos. Pedimos desculpas pelo erro cometido ao agente e aos leitores.

Também retirei o verbo “foi” do título, como sugeriu a colega Beatriz Coelho Silva em um comentário no Face. Já que ele se apresentou, não se pode dizer que foi preso, embora houvesse ordem para isso. Agradeço à Beatriz.

17 Comentários

  1. makers disse:

    Pretty great post. I just stumbled upon your blog and wished to say that I’ve really enjoyed surfing around your weblog posts. In any case I will be subscribing to your feed and I am hoping you write again soon!

  2. online disse:

    What’s Happening i’m new to this, I stumbled upon this I have discovered It positively helpful and it has aided me out loads. I hope to contribute &amp help other users like its helped me. Good job.

  3. Smitha486 disse:

    Hi there! This is my first visit to your blog! We are a group of volunteers and starting a new initiative in a community in the same niche. Your blog provided us beneficial information to work on. You have done a marvellous job! cbecddadfkcdedde

  4. […] Auler, em seu blog, conta que, para evitar o constrangimento das fotografias sendo conduzido à cadeia, o agente […]

  5. […] Auler, em seu blog, conta que, para evitar o constrangimento das fotografias sendo conduzido àcadeia, o agente Newton […]

  6. antigão fig disse:

    Newton Japonês, chefiava um turno da PIA, fazia a escala, sempre foi, no jargão dos cana, um cara safo.
    Ou achava que era.

    Nessa onda de tentar surfa na fama repentina, quem sabe emplacar um mandato, o que o japonês fez mesmo, foi terminar de enterrar os dois colegas que tentavam tocar a vida, e que por azar, ficaram no mesmo processo que ele..

    O Moura e o Miranda devem tá feliz da vida, sentaram na …. por causa da “esperteza” do japonês…

    Cadê os manifestantes defendendo o japonês, cade a porra do mlb, vem pra rua, ….. de asa, defendendo o ídolo deles? Hoje na imprensa só se viu piada e esculacho, inclusive na globo.

    Isso é bom pra polícia se lembrar que só quem gosta de polícia, é a mãe.
    E olhe lá.
    Bando de inocentes úteis de merda.

  7. nosferatus cerras disse:

    Tem um sujeito que está tentando se sair de malandro, tentando se dar bem na confusão criada pelos inconsequentes da pf do parana.
    É aquele presidente da adpf, o sobral. Ele, cujo pai trabalhou nas campanhas do Palocci, de repente, vira o maior propagador dos ideais da lj, e com seus amiguinhos deltas de brasília, não sai dos gabinetes dos parlamentares. As negociações de leis e emendas de interesse da associação beiram o achaque, ora beiram o ridículo, tamanha a distensão moral e ética dos envolvidos, dos dois lados.
    Hoje esses delegados tomaram uma carraspeta de um deputado, que segurou o andamento da emenda que daria controle orçamentário da pf pra eles.
    hahahhahahhhhaah, quase ninguém sabe o que eles querem.
    Colocar um desses honestos ungidos pela lava jato no poder, e depois o trem da alegria atrás, controlando o orçamento, e enchendo a bunda gorda de todo mundo de DAS.
    Pro resto, o osso, pau e cacete, coista típica de um órgão corrupto e arcaico como a PF.

    Mas não vai dar não, vão ser todos engolidos.
    TODOS.
    Inclusive os covardes que estão lendo isso aqui, sabem de tudo que aconteceu, e não fizeram nada.

    • gpi sp disse:

      Esse d adpf nem sei quem é, mas tem uma delegada gordinha aqui em sp q só corre atrás de político e tal, dai uma semana dessas ai, uns conhecidos pegaram ela no corredor e intimaram do aumento.
      Ela foi, deu meia volta, voltou e foi de novo, uma resenha enrolada, migué migue, e a real que todo mundo tá se ligando é que nos tamos fodidos, não tem aumento nenhum.
      Então esse papo ai de autonomia orçamentária, é mais um migue dos delegados mesmo, pq nem aumento, pra quem tá com o salario todo defasado, conta pra pagar, td fodido, a pf tá conseguindo negociar. Esquece autonomia

  8. Mauricio Mello disse:

    P eu entender!! Porque será q ñ foi convidado(a) para a reunião, o(a) delegado(a) q agendou hora com a contadora do Youssef para realizar a busca e apreensão no escritorio dela e ir la buscar e esquentar os documentos? Esse delegado (a) é o mesmo (a) que mandou “ponha” o grampo na cela do preso?? É o
    Memso que mentiu na cara dura e falou q n sabia q tava investigando os alvos com prerrogativas de foro logo no inicio da OLV? Sera q vai acontecer alguma coisa com ele (a)????, aiaiaiaiaai!!! Por muito menos o Protogebes foi se esconder na Suíça! Essas notícias são todas mentirosas?? Claro q inventaram e criaram esses fatos p denegrir esses deltas de ilibada conduta! Quanta injustiça!!!!

    http://www.cartacapital.com.br/revista/898/os-segredos-de-meire

  9. Tiago Leifert do Mundo Bizarro disse:

    Tem grampo ilegal na custódia? Teeeem!

    Tem sindicância fraudada? Teeem!

    Tem grampo ilegal no fumodrómo?
    Teeem!

    Tem investigada trabalhando infiltrada, forjando apreensões de documentos e outras loucurazinhas?
    Teeem!

    Tem denuncia de abuso, tortura psicologica, prevaricação, assédio, e td o resto de putaria possível nima custódia de delegacia?
    Oras Teeem também!

    Tem procuradores messiânicos interferindo no trabalho de colegas, pra que denunciem e persigam policiais que denunciaram irregularidades?
    Teeem!

    Pessoal, cansei, vejo vcs amanhã no esporte espetacular.

    Mas é certo q tem de tudo nessa pocilga, nessa zona que acabou com a justiça, com o direto, e com o país!

    Podem pedir música no fantasticú pro resro da vida, seus inconsequentes, hipócritas, criminosos mal caráter, DE MERDA!

  10. […] Auler, em seu blog, conta que, para evitar o constrangimento das fotografias seno conduzido á cadeia, o agente Newton […]

  11. Osvaldo disse:

    DG reunido com Rosalvo, Igor e Daniele? Espero que, desta vez, seja para dar péssima notícia aos paranaenses: não dá para esconder mais as merdas que vocês fizeram.

  12. PF de Foz disse:

    Que vergonha. No que transformaram a PF!! Até os mais alienados da PF sabem que este órgão pagará um preço bem alto pelos abusos quem vem cometendo. A omissão do DG e Corregedoria custará o emprego deles, mas custará muito mais a PF. Nao reclamem quando procuradores da república tiverem salas dentro das superintendências! Esse é o campeão caminho e vcs que passaram a mão na cabeça desse povo serão igualmente responsáveis.

  13. João de Paiva disse:

    Se houvesse no Brasil um Poder Judiciário digno desse nome e que interpretasse e aplicasse as de modo a exercer a Justiça, vários agentes e delegados da PF, assim como procuradores do MP e o juiz sérgio moro, que compõem essa FT da Lava a Jato, teriam como destino o cárcere.

    Mas num país em que a burocracia do Estado, sobretudo as instituições encarregadas de investigar (PF e MP), de denunciar (MP) e de julgar atos criminosos se revela, ela mesma, uma Organização Criminosa (ORCRIM), como já foi mostrado pelas reportagens de Marcelo Auler e outros jornalistas independentes, é mais fácil censurar jornalistas, perseguir, reprimir e espancar integrantes de movimentos sociais, arapongar líderes e partidos de Esquerda, chantagear, constranger e intimidar os cidadãos que se indignam com a tomada do Estado pelo crime organizado, visando devolvê-lo à oligarquia plutocrata e entreguista, como estamos a ver neste ano de 2016, no Brasil.

    As sementes do golpe foram lançadas, inicialmente em 2005, com a farsa do mensalão. a terra não estava pronta naquela época. Em 2013 veio a segunda leva da semeadura (espionagens da NSA sobre a Petrobrás e o governo brasileiro); os ‘equipamentos’ e base operacional vieram em 2014, com essa Lava a Jato, a equipe de meganhas da PF e do MP afinados e antenados com a plutocracia brasileira e o alto comando estadunidense. sérgio moro já era soldado dos EUA; elevado capitão pelo PIG, ele cumpriu a missão de instabilizar o governo popular, até que um golpe parlamentar (desfechado pelas elites políticas mais corruptas do País) derrubasse a presidente eleita e no lugar dela colocasse o anão político e moral michel temer, o pior que a pior política brasileira foi capaz de produzir até hoje. Mas para que esse anão usurpasse o poder, as ‘instituições’ (PF, MPe PJ) se valeram do gângster eduardo cunha, que mesmo tendo várias denúncias por prática criminosa, no STF, foi preservado por essa côrte, para admitir e dar segmento ao golpe de Estado, como se viu naquele circo de horrores do dia 17 de abril.

  14. José Maurício disse:

    No dia em que o superintendente Rosalvo, juntamente com o delegado Igor Romário e sua esposa, a delegada Daniele, estão em Brasília em reunião com o Diretor Geral da PF se articulando sobre a montanha de irregularidades que estão envolvidos, cai por terra o símbolo e mascote da lava jato, o japonês bonzinho que foi acusado de vazar a delação de Cerveró a Delcídio e que gerou a queda da Presidente da República.
    Muito embora Rodrigo Janot pedisse uma apuração sobre a conduta desse japonês sobre a delação de Cerveró, parece que a PF mais uma vez sentou em cima para abafar o caso.
    É óbvio que o risco de uma investigação séria contra o japonês no caso Cerveró iria respingar nos responsáveis por elegê-lo protagonista das prisões da lava jato, os quais se acham infalíveis e imunes a matérias jornalísticas que os criticam.
    Os “pais” desse japonês na lava jato que entraram na justiça contra o jornalista Marcelo Auler, para retirar do ar matérias que informam os crimes que cometeram, não colocaram esse japonês na função que estava a tôa. Ele não é suspeito de vazar a delação de Cerveró a tôa. A delação de Cerveró foi fundamental para se chegar na prisão de Delcídio, que delatou e que teve sua delação vazada na semana de votação do impeachment na Câmar na revista Veja.
    Vejo que esse japonês e seus mentores têm papel fundamental no caos que o País vive hoje.
    Isso demonstra que o senhor Rodrigo Janot tem que investigar pessoalmente o que ocorre hoje na PF e o porquê do Diretor Geral estar se encontrando na presente data com suspeitos diretos da autoria da escuta ilegal na cela de Youssef (Rosalvo e Igor Romário) e na escuta do fumódromo da PF Curitiba (Delegada Daniele).
    Quando um deles cair vai puxar todos envolvidos, do maior ao menor e para que isto comece quero que o japonês possa fazer delação para não perder o emprego.
    É injusto que ele seja preso e demitido enquanto os que mandavam nele continuem impunes.

  15. PF de Foz disse:

    Cai o símbolo, logo os demais cairão!! Motivo é o que não falta….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *