A saga do empréstimo de um preso a Israel
14 de maio de 2015
Compartilhando: Justiça condena emissoras por ofender religiões afro
16 de maio de 2015

Curtas: EBC perde a disputa pelo Canal da Educação

MARCELO AULER

A criação da TV MEC – anunciada na quinta-feira (14/05) aqui no blog – dará ao Ministério da Educação o direito de explorar um canal digital multiprogramação, que lhe permite dividir a faixa em até quatro canais. Um  destes canais será destinado a atual TV Escola. Ela passará a ter seu sinal digital como de uma TV aberta. Hoje, ela é sintonizada pelo cabo, por satélite e por internet. Ganhará, portanto, musculatura, com um alcance muito maior.

As outras três faixas, o Ministério da Educação ainda não definiu ao certo como as utilizará. Muito provavelmente, uma será gerida em comum acordo com o Ministério da Cultura, com programação exclusiva das atividades culturais espalhadas pelo Brasil.

A Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto – ACERP, antiga Fundação Roquete Pinto que no passado foi responsável pela TV Educativa e que já opera a TV Escola, deverá assumir todo o sistema do Canal da Educação. Ou seja, além de produzir o conteúdo audiovisual dos canais da nova emissora, poderá cuidar também da transmissão do sinal.

Transformada em Organização Social, a ACERP prestava serviços até bem pouco tempo atrás à TV Brasil, mas um desentendimento entre ela e a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), fez com que a OS fosse despejada pela antiga parceira do seu próprio prédio, na Rua da Relação, no centro do Rio.

Com o desentendimento, a ACERP instalou-se no edifício da extinta Editora José Olympio, na Rua Marques de Olinda, em Botafogo, Zona Sul da cidade. Ao ganhar a briga  que travou nos bastidores com a EBC em torno do convênio com o Ministério da Educação, a OS cortou o cordão umbilical com a Secom da Presidência da República.

5 Comentários

  1. Marcos do Espirito Santo disse:

    É muito gratificante ver voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído “O MEC”. Foi através dele que se construiu uma criativa e talentosa Tv Educativa.

  2. William disse:

    Faltou comentar que a ACERP também administra e produz conteúdo da TV INES (que começa a transmissão via UHF, além da WEB), voltada para a comunidade surda, com programas adaptados e vários programas de produção próprias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *