24 de novembro de 2017

Carta ao pai Henfil

Marcelo Auler Quem é daquela época lembra. Semanalmente, entre 1977 e 1984, surgiam as Cartas da Mãe. De autoria do jornalista, desenhista, cartunista, cidadão brasileiro Henfil […]
29 de julho de 2017

As digitais da Volks nas torturas da ditadura

Marcelo Auler As promíscuas relações da então maior empresa privada da América Latina, a Volkswagen do Brasil – primeira filial fora da Alemanha, instalada em São […]
31 de março de 2017

Para não esquecer! Para não repetir!

 Marcelo Auler Há 53 anos o Brasil ingressava em um período duro, iniciava uma ditadura civil-militar que perdurou 21 anos. Tudo feito em nome do combate […]
6 de janeiro de 2017

O “guerreiro” insubstituível

Marcelo Auler – (Texto Reeditado às 17H50*) Na quarta-feira (04/01) completaram-se 29 anos da perda de um dos mais cruéis e criativos, na versão do colega […]
25 de novembro de 2016

Memória da ditadura: MPF obtém no Sul Fluminense o que Cabral não fez na capital

Marcelo Auler Na cidade do Rio de Janeiro, apesar das promessas do então governador Sérgio Cabral, em maio de 2013, na cerimônia de posse da Comissão […]
22 de novembro de 2016

Modesto no nome e na vida, mas um guardião da liberdade e da democracia

Pela quantidade de clientes que defendeu ao longo dos seus 54 anos de advocacia, Antonio Modesto da Silveira, que faleceu nesta terça-feira (22/11), aos 89 anos, […]
20 de junho de 2016

Compartilho: UnB alvo de ataques de fascistas

Marcelo Auler Compartilho aqui uma reportagem da Mídia Ninja sobre o ataque fascista que promoveram na Universidade de Brasília na noite de sexta-feira (17/06). “Entoando cantos […]
16 de maio de 2016

Compartilho: “Fascista, o vento será tua herança”

Marcelo Auler Compartilho com os leitores artigo do procurador do Estado de São Paulo, Márcio Sotelo Felippe, publicado sábado, dia 14, no site justificando.com.br pela brilhante […]
3 de junho de 2015

Na ditadura, uma amizade surgida na “luta”

Marcelo Auler   Eu ainda estagiava na Rádio Globo, em janeiro de 1975. Já não ficava mais trancado na sala da rádio-escuta, como foi o meu […]