Elio Gaspari: “O ‘CALA-BOCA’ VAI BEM, OBRIGADO”
5 de junho de 2016
Fora Temer, em Paris, com orquestra e Apesar de Você
7 de junho de 2016

Marcelo Auler

CPJ -Comitê para Proteção  aos JornalistasO repúdio à censura imposta ao nosso blog pelos juízes do 12° , Vanessa Bassani, e 8°, Nei Roberto de Barros Guimarães, Juizados Especiais Cível de Curitiba, a pedido, respectivamente, dos delegados federais da Força Tarefa da Lava Jato, Érica Mialik Marena e Maurício Moscardi Grillo, continuam gerando notícias, denúncias e protestos no Brasil e no exterior.

Nesta segunda-feira (06/06), 0 CPJ – Committee to Protect Journalists  (Comitê para a Proteção dos Jornalistas), organização independente, sediada em Nova Iorque, publicou em seu site, que repercute no mundo inteiro, reportagem do seu correspondente no Brasil, jornalista Andrew Downie, sobre as ações movidas contra nós. O CPJ luta e buscar promover a liberdade de imprensa em todo o mundo e defende o direito à livre expressão dos jornalistas para relatar as notícias sem medo de represálias,  Já o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas da Universidade do Texas, que sábado (04/06) postou reportagem sobre a censura em seu site em português, está providenciando a mesma matéria em inglês e espanhol.

No Brasil, a professora Sylvia Debossan Moretzsohn da Faculdade de Jornalismo da Universidade Federal Fluminense (UFF) e também pesquisadora do site OBJETHOS – Observatório da Ética Jornalística, foi outra a abordar a censura em um a análise mais ampla do atual estágio da nossa imprensa, no seu comentário da semana: A Volta da Censura Prévia e a Manipulação Escancarada.   Já Paulo Henrique Amorim, no Conversa Afiada fala da A Favorita da PF que ataca os blogs. Como lembrou Sylvia no seu comentário,

OBJETHOS -Nenhuma democracia aceitaria a censura prévia. Como diz o jurista Lênio Streck, “evidentemente que o jornalista tem responsabilidade, mas ele não pode ser tolhido previamente sobre o que escreve. Examina-se sempre a posteriori, mas jamais se pode proibi-lo de escrever algo no futuro, isso seria proibição de pensamento. Estamos criando algo semelhante à sociedade vigiada do livro 1984, de George Orwell, na qual o controle não é só do passado, mas também do futuro”.

Ou seja, ao que parece, tanto os delegados da Força tarefa da Lava Jato como os magistrados dos Juizado Especial do Paraná ao provocarem a censura, inaceitável em um regime democrático, ao que parece, mexeram em casa  O ataque à liberdade de expressão, um dos pilares do Estado Democrático de Direito, pode não ter tido, como mostra Sylvia Moretzsohn, uma reação unânime da grande imprensa. Mas, o atentado repercutiu interna e externamente nas novas mídias e, sem duvida, chamuscou a imagem de quem os provocou.

 Aos artigos e reportagens que estão circulando – alguns deles noticiados aqui nas postagens que relaciono abaixo – somem-se ainda a solidariedade dos colegas blogueiros, que repercutem o assunto sempre que podem, e as que nos chegam através de mensagens, do Face-book, dos leitores e o apoio, inclusive financeiro, que muitos tem nos enviado para ajudar nas despesas da defesa e do blog em si. Uma solidariedade que me surpreendeu mesmo tendo consciência de que ela ocorreria, mas jamais no volume em que ela está acontecendo.

Provavelmente, nem os delegados que tomaram esta iniciativa – aos quais inclui-se o Delegado Regional de Combate ao Crime Organizado, Igor Romário de Paulo, que viu frustrada pelo 6° Juizado Especial Cível do Paraná sua tentativa de censurar o JornalGGN de Luís Nassif, também não tinham noção da reação que provocariam.

Abaixo transcrevo a tradução do texto do site do Comitê par a Proteção aos jornalistas:

Court orders Brazilian blogger to delete posts

Justiça ordena que blogueiro brasileiro delete postagens

censura não de Luiz Carlos Cioutinho de Souza.Dois juízes no estado do Paraná, sul do Brasil, ordenaram que o blogueiro Marcelo Auler removesse do seu website dez artigos, alegando que eles ofendem policiais que participam em uma investigação federal sobre corrupção, contou Auler ao Comitê para a Proteção dos Jornalistas.

Os 10 artigos em questão, publicados entre novembro de 2015 e abril de 2016, todos apontam para possíveis irregularidades processuais no âmbito do chamado caso Lava Jato, uma ampla investigação sobre corrupção que tem visto dezenas de políticos e empresários indiciados e presos.

Dois dos investigadores nomeados nas historias de Auler o processaram em um tribunal de pequenas causas na cidade de Curitiba, pedindo o valor máximo de indenização, 35.200 reais (US$9795), e exigindo que ele removesse as historias, disse Auler ao CPJ. O mesmo advogado representou os dois oficiais e alegou que os relatos do blogueiro difamaram seus clientes, Auler acrescentou.

Um juiz decidiu em março contra o blogueiro e disse que ele tinha denegrido a imagem da investigadora da Polícia Federal Erika Mialik Marena. Ele foi condenado a retirar duas histórias, de acordo com documentos judiciais.

Outro juiz seguiu o exemplo em 5 de maio, e disse a Auler para retirar  histórias que ofenderam outro investigador, Maurício Moscardi Grillo, de acordo com informações da imprensa.

O segundo juiz também proibiu Auler de publicar quaisquer artigos futuros que contivessem “conteúdo que possa ser interpretado como ofensivo aos oficiais”, de acordo com documentos judiciais.

O juiz não pediu para ouvir a defesa do Auler antes de tomar sua decisão. Os advogados do blogueiro já recorreram da decisão, ele disse ao CPJ.

A medida equivale à censura, que é incompatível com a Constituição do país, disse a Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos, em um comunicado”.

Leia ainda sobre a censura ao Blog:

Elio Gaspari: “O ‘CALA-BOCA’ VAI BEM, OBRIGADO”

Jornalismo nas Américas: “a censura (no Brasil) tem sido prática recorrente”

Da Folha de S.Paulo: Operação Censura

Delegado reclama do blog, pede segredo de Justiça e medida coercitiva contra jornalista

ABI e Abraji protestam contra a censura imposta ao blog

A censura agora veste toga

Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi

Ao tentar censurar Nassif, delegado confessa viés político da Lava Jato


21 Comentários

  1. […] Journalists (Comitê para a Proteção dos Jornalistas) denunciou a censura em uma reportagem (O repúdio à Censura ao blog continua no Brasil e no exterior); o JornalGGN, de Luís Nassif (“Justiça curitibana censura 10 matérias do Blog Marcelo […]

  2. […] Censura, da Folha de S. Paulo, noticiado em sites como o Brasil247, as denúncias veiculadas pelo CPJ – Committee to Protect Journalists  (Comitê para a Proteção dos Jornalistas),  pelo site Journalism in the Americas, publicado pelo Centro Knight para o Jornalismo nas […]

  3. […] Censura; Jornalismo nas Américas: “a censura (no Brasil) tem sido prática recorrente”; O repúdio à Censura ao blog continua no Brasil e no exterior; ABI e Abraji protestam contra a censura imposta ao blog; e ainda A censura agora veste […]

  4. […] Censura; Jornalismo nas Américas: “a censura (no Brasil) tem sido prática recorrente”; O repúdio à Censura ao blog continua no Brasil e no exterior; ABI e Abraji protestam contra a censura imposta ao blog; e ainda A censura agora veste […]

  5. […] Censura; Jornalismo nas Américas: “a censura (no Brasil) tem sido prática recorrente”; O repúdio à Censura ao blog continua no Brasil e no exterior; ABI e Abraji protestam contra a censura imposta ao blog; e ainda A censura agora veste […]

  6. AMANDA disse:

    Um portal para os blogs dos jornalistas responsáveis que saíram da grande imprensa seria uma resposta à altura a essa vergonha que o sistema judicial e midiático se tornaram no Brasil (eu pagaria uma assinatura e acho que muitos outros também).

  7. Ditadura nunca mais!! disse:

    Esse atentado ao jornalista é só o primeiro passo rumo a uma nova ditadura no Brasil… Fiquemos atentos!! Há interesses de políticos e da Polícia Federal em acabar com o MARCO CIVIL DA INTERNET. Se conseguirem acabar com esta conquista do povo, será o segundo passo a anti-democracia.

  8. Precipitaram-se a delegada Erika e seus colegas da Polícia Federal, para dizer o mínimo. Em nenhum momento ocorreu alguma ofensa ou desrespeito. Apenas críticas muito bem fundamentadas a um trabalho que está sendo desenvolvido. Mandar tirar os artigos do ar é censura, que não cabe numa democracia. Sobre o fato em tela, o que diz a Corregedoria da PF? Os policiais podem agir dessa forma? Por que ainda não se manifestou?
    Tudo isso, companheiro Auler, deixa à mostra mais uma vez, sua reconhecida competência profissional.
    Parabéns.

  9. […] Auler, em seu blog, faz uma atualização do apoio que vem recebendo de jornalistas que, independente se sua […]

  10. […] Auler, em seu blog, faz uma atualização do apoio que vem recebendo de jornalistas que, independente se sua […]

  11. […] Fonte: O repúdio à Censura ao blog continua no Brasil e no exterior | Marcelo Auler […]

  12. […] O repúdio à Censura ao blog continua no Brasil e no exterior […]

  13. Golias Aragão disse:

    Esses psicodoidos estão na polícia por causa de uma decisão judicial e daí fazem um caminhão de merdas e desviam o poder que tem para abafar.
    Depois que eu vi a decisão patética do inquérito 737, os dissidentes são heróis mais uma vez injustiçados por uma manobra jurídica doida e psicodélica. Jim Morrison teria feito melhor hahahahahahahahahahaha )-:/

  14. Trovão disse:

    O Moscardi e o Rosalvo são especialistas em fazer uso do direito ao silêncio na CPI também kkkk.

    • Psico 13 disse:

      Os dois são subjudice do psicotecnico, aliás…

      • Baloubet di Rouet disse:

        Esse Rosalvo consta que seria um dos delegados janeleiros de 93, a turma que não passou no concurso.
        Composta na maioria de agentes espertos, malandros, que entraram pela janela!!!
        Não por acaso, esses infelizes vão se mostrando os principais responsáveis pelas maiores barbaridades já cometidas pela instituição.

        PS. Ainda bem q ele ficou calado na cpi, pq esse sujeito quando abre a fossa, é só vergonha alheia, um legítimo representante da PF dos dias de hoje, órgão que não sabe mais o que significa a palavra LEI.

  15. Comedor de cascavel disse:

    Kkkkk….Moscardi na Coger seria muito legal! Ele daria aula de como fazer uma sindicância….kkkkkkkk….boi branco….kkkkkk….não é sem razão que foi reprovado no psicotécnico da Pf e teve que entrar com ação judicial!!! Auler vc podia ver como está está ação do Moscardi no STJ!! Uma vergonha!

  16. jorge lorenzo disse:

    Quero ver o que vão dizer qd a verdade vier à tona.
    Inclusive e principalmente a corregedoria da pf, q tá sentada encima das picas há mais de ano, esperando se sabe lá o que (ok ok, todos sabem o que, mas como democratas que somos, vamos dar o beneficio da dúvida pro que restou da pf….).

    Força marcelo auler!!!

  17. Marcio Carvalho disse:

    Marcelo,
    Há males que vem para bem.
    Eles deram um tiro no pé, porque vão chamar a atenção do mundo para ver as irregularidades que eles cometeram e que você vinha denunciando desde agosto do ano passado em seu blog.
    Evidentemente uma decisão judicial que descaradamente instituiu a censura proibida pela parte mais novre da constituição cidadã mostra que algo de errado ocorre no Judiciário de Curitiba.
    Além de instituirem uma nova modalidade de prisão preventica, que visa a confissão ou delação, em clara afronta ao princípio da presunção de inocência, agora também instituiram a censura, para tentar calar a imprensa que denuncia a tonelada de irregularidades que cometeram na condução da operação lava jato.
    Esses delegados de Curitiba não tem limites e já perseguiram os esteriotipados dissidentes, os delegados de fora que viram suas irregularidades que viram que não tinha dissidente algum e agora chegou na imprensa.
    Atingiram a Presidente da República com inúmeros vazamentos, seletividades e escutas ilegais, chegando ao ponto de serem denominados de delegados Aecistas.
    Esse País precisa de uma intervenção externa porque a ilegalidade em Curitiba não se sustenta mais com a ilusão de que a corrupção se convate a qualquer preço.

  18. Zé do xifre disse:

    Força aí Auler! A verdade está com vc!! A Coain- corregedoria- já vai soltar as broncas, digo crimes, destes policiais!!! Um passarinho me contou que vai ser lindo!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *