Quem no STF julgará Temer. Aécio e Loures?
24 de maio de 2017
Oportunistas em ação
25 de maio de 2017

“Normalidade”: Temer chama Forças Armadas

Normalidade do Governo Temer: Decreto presidencial, publicado em edição extraordinária do DOU, autoriza o policiamento do Distrito Federal pelas Forças Armadas.

Marcelo Auler

Normalidade do Governo Temer: Decreto presidencial, publicado em edição extraordinária do DOU, autoriza o policiamento do Distrito Federal pelas Forças Armadas.

Normalidade do Governo Temer: Decreto presidencial, publicado em edição extraordinária do DOU, autoriza o policiamento do Distrito Federal pelas Forças Armadas.

Michel Temer garante que o país e seu governo vivem período de plena normalidade. Mas o decreto assinado agora à tarde por ele, pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, e pelo ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Sérgio Westphalen Etchegoyen, o desmente categoricamente.

As Forças Armadas foram acionadas para policiarem o Distrito Federal depois que a Polícia Militar do governo de Rodrigo Sobral Rollemberg entrou em confronto com manifestantes dos movimentos sociais que hoje realizaram o Ocupa Brasília. A manifestação é contra o governo, pelas Diretas Já e contra as reformas trabalhista e Previdenciária.

Em nome da chamada Garantia da Lei e da Ordem no Distrito Federal, o decreto presidencial autoriza o emprego das três forças militares federais por, pelo menos, oito dias – desta quarta-feira (24/05) até a próxima quarta-feira (31/05). Nas explicações do governo, o pedido da intervenção das Forças Armadas partiu do presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Impassível, e com a mesa da Câmara ocupada por parlamentares da oposição, Maia se recusou a suspender a sessão à tarde, quando parlamentares propuseram que as lideranças se reunissem em busca de uma solução para os conflitos na Esplanada do Ministério.

Ao ser cobrado por deputados da oposição, notadamente Paulo Pimenta (PT-RS), o presidente da Câmara alegou ter pedido apenas a ajuda da “Força Nacional” para evitar uma possível invasão dos manifestantes.

Segundo a versão do governo, os movimentos sociais e as centrais sindicais reuniram 35 mil pessoas. Mas cedo a TV Globo falou em 40 mil. Do alto do carro de som,  locutores diziam que mais de 100 mil pessoas estavam espalhadas pela Esplanada dos Ministérios.

Os conflitos começaram no meio da tarde. Como sempre acontecem, as acusações são mútuas. De um lado manifestantes responsabilizam a Polícia Militar enquanto esta e as demais autoridades falam em vandalismos e depredações. Vidros dos ministérios foram quebrados e o prédio da Agricultura sofreu um incêndio, provocando grossa nuvem de fumaça negra.

Até às 18h00 as Forças Armadas não tinha aparecido na Esplanada dos Ministério. Neste clima que faz lembrar o regime de exceção, o governo decidiu dispensar todos os servidores, em uma demonstração de que não houve a normalidade propagada.O perigo, como lembra amigo e aliado no combate à ditadura civil-militar de 1964, é:

sabermos como os golpes começam e como os golpistas resistem a deixar o poder golpeado. Tanques e baionetas nas ruas despertam trágicas memórias a toda a nossa geração”

3 Comentários

  1. C.Poivre disse:

    Agentes provocadores se infiltraram na manifestação de ontem em Brasília, com cobertura da PM. Manifestantes ainda tentam impedi-los gritando-lhes para pararem, mas eles continuam:

    https://www.youtube.com/watch?v=mAclfb0VkGo

  2. Fucinheira disse:

    Só na terra do Golpe que um pseudo presidente não eleito flagrado um milhão de vezes pior que I Delcidio Amaral , que foi preso, continua a frente , ou melhor nos fundos desse país aonde um procurador pula do lado de negociador pela PGR de um delator pior dos criminosos desse país , maior anunciante da história da Globo, pro outro lado da mesa , para ser Adv do bandido . Talvez por isso o bandido saiu dando tchau pra Nova York , negociação entre amigos com muita grana rolando ,,.
    pGR e seu ex amigo procurador negociando … que belezaaaaa … e ninguém contesta essa putaria institucional . Q fase

  3. C.Poivre disse:

    Jungmann é corrupto e tem contas a prestar à justiça. E não é de hoje!

    http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/justica-federal-bloqueia-bens-de-raul-jungmann/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *