Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi

Ao tentar censurar Nassif, delegado confessa viés político da Lava Jato
26 de maio de 2016
estupro
Michel Temer diz repudiar o estupro, mas não repreende seu ministro
28 de maio de 2016

Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi

constituição brasileira - liberdade de opinião

Marcelo Auler

(*) Matéria reeditada para pequenos acertos no texto às 10H00 do domingo 29/05/16

constituição art. 5Em decisões proferidas respectivamente em 30 de março (que só tomamos conhecimento dia 10 de maio) e 5 de maio (da qual recorremos sem notificação oficial) o 8º e o 12º Juizados Especiais Cíveis de Curitiba, a pedido dos delegados federais Erika Mialik Marena e Mauricio Moscardi Grillo, ambos da Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Paraná (SR/DPF/PR) determinaram a suspensão de 10 reportagens publicadas neste blog. A juíza do 12º Juizado Especial, Vanessa Bassani, foi além e proibiu

 “divulgar novas matérias em seu blog com o conteúdo capaz de ser interpretado como ofensivo ao reclamante” (o dpf Moscardi)

Ação Moscardi - Liminar 12 Juizo Especial detalhe

Através de um Mandado de Segurança impetrado junto à Turma Recursal dos Juizados Especiais do Estado do Paraná, os advogados Rogério Bueno da Silva, Tarso Cabral Violin e Thaisa Wosniack, do escritório Rogério Bueno, Advogados Associados, pedem a cassação da liminar do 12º Juizado Especial que obriga a retirar oito matérias do blog. Eles deixam claro que a determinação judicial “incorre em cerceamento nítido da liberdade de expressão” garantida pela Constituição Federal. A mesma medida será impetrada contra a decisão do 8º Juizado. Os advogados destacam ainda que,

de maneira clara e acintosa, o blog do Impetrante está sendo alvo de censura, inclusive na modalidade de censura prévia, quando proíbe a publicação de novas matérias envolvendo o Requerente (delegado Maurício Moscardi Grillo), vulnerando de maneira acintosa os princípios da liberdade de imprensa”. 

O viés político da Lava Jato – Para Bueno da Silva, o objetivo dos delegados é “sufocar” os jornalistas que fazem críticas às práticas adotadas na Operação Lava Jato. Nesse sentido, o delegado Igor Romário de Paula também ingressou com uma ação contra o jornalista Luís Nassif, editor do JornalGGN. As três ações foram ajuizadas pelos três delegados representados pela advogada Márcia Eveline Mialik Marena, irmã da delegada Érika. Escolheram o Juizado Especial Cível, para terem a opção do fórum. Com as ações correndo em Curitiba, os jornalistas, além das despesas com a defesa, terão gastos com os deslocamentos. Todos pedem indenização mais alta permitidas: R$ 35.200, em cada ação, a título de Direito de Imagem.

Eles, porém, desconhecem a solidariedade. Diversos blogueiros já fizeram uma vaquinha para ajudar a pagar a nossa defesa que, por sinal, teve um preço altamente simbólico por parte do escritório de advocacia. Com esta ajuda, pagamos as custas dos Mandados de Segurança.

No processo contra Nassif, a advogada também requereu a suspensão da reportagem Com excesso de poder, a Lava Jato pode ter virado o fio, publicada em 2 de fevereiro, no JornalGGN. Mas, a juíza Sibele Lustosa, do 6º Juizado Especial, não a atendeu. Leia, a propósito: Ao tentar censurar Nassif, delegado confessa viés político da Lava Jato.

Os delegados Érika, Igor (centro) e Moscardi movem ação de indenização por Direito de Imagem contra este blog e o JornalGGN, de Luís Nassif.

Os delegados Érika, Igor (centro) e Moscardi movem ação de indenização por Direito de Imagem contra este blog e o JornalGGN, de Luís Nassif.

Revel sem intimação - Na ação proposta pela delegada Érika, a defesa do blog preocupou-se, inicialmente, em recorrer ao juiz Nei Roberto de Barros Guimarães, do 8º Juizado Especial, para derrubar a decretação da revelia do responsável pelo Blog, pelo não comparecimento à audiência de conciliação.

A ausência foi provocada pelo fato de ofereceram ao juízo um endereço onde o jornalista que responde por esta página não reside desde agosto de 2014. Somente no dia 17 de maio é que ele tomou ciência da audiência que deveria ter ocorrido seis dias antes.  Por isso, os advogados pediram a anulação de tudo o que foi feito a partir da expedição do mandado de intimação.

Declaração de Chapultepec – Já com relação à liminar do 12º Juizado Especial que determinou a retirada de matérias do blog, os advogados lembram no Mandado de Segurança  apresentado à Turma Recursal que isto fere a Constituição e colide com decisões do Supremo Tribunal Federal.

O direito de liberdade de expressão é um direito fundamental, que se mostra como corolário da dignidade da pessoa humana, representando, de outra parte, fundamento necessário à sobrevivência do Estado, por isso, a restrição ao direito de se expressar livremente representa um exercício de violência, por parte de quem promove a censura, seja o Estado ou o próximo, na medida em que viola a abrangência totalizante da dignidade da pessoa humana”, diz a inicial do Mandado de Segurança.

Oa advogados recorrem ainda à Declaração de Chapultepec, cidade do México na qual a Conferência Hemisférica sobre liberdade de Expressão, em março de 1994, elaborou uma carta de princípios endossada por chefes de Estado, juristas, entidades ou cidadãos comuns. O Brasil referendou esta carta no Governo de Fernando Henrique Cardoso, em 1996. Em 2006, Luís Inácio Lula da Silva reafirmou a adesão do país. A declaração deixa claro que:

Uma imprensa livre é condição fundamental para que as sociedades resolvam seus conflitos, promovam o bem-estar e protejam sua liberdade. Não deve existir nenhuma lei ou ato de poder que restrinja a liberdade de expressão ou de imprensa, seja qual for o meio de comunicação. Porque temos consciência dessa realidade e a sentimos com profunda convicção, firmemente comprometidos com a liberdade“.

E prossegue:

A censura prévia, as restrições à circulação dos meios ou à divulgação de suas mensagens, a imposição arbitrária de informação, a criação de obstáculos ao livre fluxo informativo e as limitações ao livre exercício e movimentação dos jornalistas se opõem diretamente à liberdade de imprensa“.

Colisão com o Supremo – A mesma declaração serviu ao ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), em 2001, ao reformar, em decisão monocrática, o entendimento do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que havia condenado o jornalista Paulo Henrique Amorim, em uma ação movida pelo banqueiro Daniel Dantas. Ao rever o decidido, o ministro reafirmou a posição do Supremo contrária a qualquer hipótese de censura ou cerceamento da liberdade de imprensa,mesmo se tratando de críticas jornalisticas. Ele expôs:

Celso de Mello - Foto Ascom-STF

Ministro Celso de Mello: “o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras públicas” Foto ASCOM/STF

“Ninguém ignora que, no contexto de uma sociedade fundada em bases democráticas, mostra-se intolerável a repressão estatal ao pensamento, ainda mais quando a crítica – por mais dura que seja – revele-se inspirada pelo interesse coletivo e decorra da prática legítima de uma liberdade pública de extração eminentemente constitucional (CF, art. 5º, IV, c/c o art. 220).

Não se pode desconhecer que a liberdade de imprensa, enquanto projeção da liberdade de manifestação de pensamento e de comunicação, reveste-se de conteúdo abrangente, por compreender, entre outras prerrogativas relevantes que lhe são inerentes, (a) o direito de informar, (b) o direito de buscar a informação, (c) o direito de opinar e (d) o direito de criticar.

A crítica jornalística, desse modo, traduz direito impregnado de qualificação constitucional, plenamente oponível aos que exercem qualquer atividade de interesse da coletividade em geral, pois o interesse social, que legitima o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras públicas, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade”.

Impedimento ao trabalho – A defesa do blog, lembrou ao Tribunal Recursal que “caso permaneça hígida a decisão judicial, tal como lançada no feito de primeiro grau, o Impetrante estará tolhido de exercer sua atividade profissional, como Jornalista Investigativo, na medida em que se encontra, por força de ordem judicial, impedido de mencionar o nome do Autor, e por via transversa a corporação estatal que o mesmo integra, criando óbice completo a qualquer reportagem que o Impetrante resolva fazer acerca da operação Lava-jato”. Em seguida, finaliza:

Em se perdurando a decisão ora atacada, se terá afronta ao Estado Democrático de Direito, notadamente ao direito a informação e a liberdade de expressão“.

Com as decisões judiciais, as seguintes reportagens tiveram a veiculação suspensa:

Lava Jato, cai o delegado das mordomias do Paraná  (08/04);

Carta aberta ao ministro Eugênio Aragão (22/03);

Novo ministro Eugênio Aragão brigou contra e foi vítima dos vazamentos (16/03);

Policia Federal sem verba para a Luz, mas com mordomias (11/02);

Lava Jato: Moro reacendeu as suspeitas do grampo ilegal na PF (23/01)

Investigações da Lava Jato: dois pesos e duas medidas (30/12)

Lava Jato: surge nova denúncia de irregularidade (06/12)

Lava Jato: DPF delega investigação do vazamento (02/12)

Grampo da Lava Jato: aproxima-se a hora da verdade (21/11)

Lava Jato: surgem mais grampos na PF-PR. “Grampolândia”? (04/11)

Liminar do juiz Nei Roberto de Barros Guimarães, do 8º Juizado

Ação Erika - Liminar 8 Juizo Especial 1

 

Ação Erika - Liminar 8 Juizo Especial 2

 

Liminar da juíza Vanessa Bassani do 12º Juizado

Ação Moscardi - Liminar 12 Juizo Especial 1

Ação Moscardi - Liminar 12 Juizo Especial 2

Apoio:

Advocacia Eny Moreira

68 Comentários

  1. Juiz proibe show de gustavo lima em diamantino, mas tj reverte decisao na noite deste sabado desde que bombeiros emita laudo sobre seguranca. Pedro Taques deve acionar prefeito de Sinop na Justica .

  2. […] decisão que favorece o delegado Moscardi é de 5 de maio mas só veio a público, através do blog, no fim do mês passado. Outra decisão beneficia a delegada Erika Marena. Marcelo Auler está […]

  3. martha disse:

    Marcelo, parabéns. Como avisou o Fernando Brito, você é o “cara errado” para os delegados da república de Curitiba acharem que vão calar no grito. Sua luta contra a censura é também a de todos nós, jornalistas, na defesa do direito à informação e à livre expressão. Curioso é que os patrões insistem em rejeitar a ideia de regulação das comunicações como se isso fosse censura (absolutamente não é) enquanto representantes do poder judiciário insistem em baixar a lenha, eles sim, apelando para a censura descarada de quem não os idolatra.

  4. […] em que comentamos a solidariedade que o blog e o jornalista que o edita têm recebido (leia aqui e aqui) em função da censura a que fomos submetidos, destacamos que não se trata de algo pessoal, […]

  5. […] seja na decisão do ministro Celso de Mello, anteriormente citada aqui no blog na reportagem Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi, da qual volto a transcrever o trecho abaixo, reprimiu qualquer espécie de censura ao direito da […]

  6. ana rita dos santos disse:

    que ouso cutucar a ordem estabelecida. Ana Rita dos Santos, nascida no paraná e advogada em Belo Horizonte-MG.

  7. ana rita dos santos disse:

    Vala-me alguém! Só digo o quanto os membros do judiciário, especialmente os da justiça comum/cível estão afeitos a proteger uma casta de servidores que tem horror ao diálogo a crítica e as liberdades humanas. Estes cresceram ao som da ditadura e ao som do positivismo certo e errado… a limitação é triste. Socorro! ouso dizer que em sua maioria, os delegados tem pensamento direitoso e arrogante com os pobres e com àqueles q

  8. […] seja na decisão do ministro Celso de Mello, anteriormente citada aqui no blog na reportagem Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi, da qual volto a transcrever o trecho abaixo, reprimiu qualquer espécie de censura ao direito da […]

  9. […] A advogada Márcia Eveline Mialik Marena em petição ajuizada na tarde desta terça-feira (31/05), pediu à juíza Vanessa Bassani uma ação coercitiva contra o editor deste blog por noticiado a decisão dela determinando a suspensão de oito reportagens e a proibição de “divulgar novas matérias em seu blog com conteúdo capaz de ser interpretado como ofensivo”. (Veja em: Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi) […]

  10. […] seja na decisão do ministro Celso de Mello, anteriormente citada aqui no blog na reportagem Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi, da qual volto a transcrever o trecho abaixo, reprimiu qualquer espécie de censura ao direito da […]

  11. C.Pimenta disse:

    O Congresso Nacional (talvez o Senado) deveria apresentar, urgentemente, uma PEC, que se torne cláusula pétrea na Carta Magna, criminalizando a conspiração contra o Estado Democrático. E se essa conspiração envolver contatos prévios com agentes estrangeiros, ficaria caracterizado o crime de traição ao país. Os condenados deveriam ter seus direitos políticos cassados perpetuamente, sem prejuízo das demais penalidades, que deveriam ser as mais severas que as nossas leis permitirem.

  12. Karol disse:

    64 ou 2016 ? “Achei”que estava lendo uma notícia da época da Ditadura Militar …

  13. Miguel Magalhães disse:

    Marcelo,
    Toda a minha solidariedade a vc. O Judiciário e seus braços são mesmo sórdidos e não podemos esmorecer.
    Li um texto que muito bem traduz esse poder e possa ajudar na reflexão.
    http://abuladabola.blogspot.com.br/2016/05/ai-de-ti-poder-judiciario.html
    Um abraço,
    Miguel

  14. luiz carlos disse:

    Juízes partidários .Isso é muito comum desde a primeira instância.O mestre Jesus até fez uma parábola sobre um tal de juiz iníquo (mau,perverso,malévolo,e injusto.É o que mais tem.

  15. Cristina Reis disse:

    Unidade repressora oficial

    A censura, a censura
    unica entidade que ninguém censura

    Nada para ouvir, nada para ler
    nada para mim, nada pra você
    nada no cinema, nada na TV
    nada para mim, nada pra você

    Unidade repressora oficial
    Unidade repressora oficial

    Música e letra da Banda Plebe Rude, muito atual.

  16. Sergio Domingos Vieira disse:

    Marcelo, sou jornalista e acho todo este episódio lamentável. Juízes deveriam usar quepes e não togas. Viraram golpistas e censuram à vontade. Lamentável tal fato. Na verdade, não querem que venha à tona os absurdos que estes justiceiros do Paraná cometem. Mas, vão parar na lata de lixo da história.

  17. wagner disse:

    Não tinha conhecimento do seu Blog, a partir de hoje serei leitor e divulgador.
    Força, não desista da verdade.

  18. C.Pimenta disse:

    POR FALAR EM (IN)JUSTIÇA, É ESCANDALOSO SEU CUSTO-BENEFÍCIO:

    http://blogdoalok.blogspot.com.br/2016/05/magistrados-do-poder-judiciario-um.html

  19. C.Pimenta disse:

    Embaixadora dos EUA chega quieta e sai calada. Serra aprovou novo embaixador antes do senado norte-americano. Tudo coincidência?

    http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/05/eua-retiram-embaixadora-missao-cumprida.html

  20. C.Pimenta disse:

    Se esta questão chegar ao stf vai ficar difícil porquê agora o tribunal toma suas decisões de acordo com os juristas de Honduras e Paraguai:

    http://cartamaior.com.br/?%2FEditoria%2FPolitica%2FUm-Supremo-Tribunal-da-Farsa-%2F4%2F36190

  21. Ricardo Oliveira disse:

    A fraqueza política e o oportunismo da lava jato agora recorrem à censura contra jornalistas. A justiça no Paraná é uma grande família e uma grande oligarquia familiar. O juiz Sérgio Moro é parente do Desembargador Hildebrando Moro, nome de Fórum. O juiz Nei Roberto de Barros Guimarães é filho do juiz Nei Roberto Guimarães, nome de Fórum, primos distantes dos Camargos, que foram presidentes do TJ-PR (Genealogia Paranaense, Volume I, 440, 442). A juíza Vanessa Bassani casou com o juiz Rodrigo Domingos Peluso Junior, sobrinho do Ex-Ministro do STF Antonio Cezar Peluso e sobrinhos de anteriores presidentes do Tribunal de Justiça do Paraná. Historiadores e cientistas sociais associarão aspectos da condução ideológica e midiática da lava jato com o golpe de Estado de 2016 contra a Democracia.

  22. Ligia disse:

    Lendo essa censura,achei que tinha voltado a ter 16 anos no ano de 1964.

  23. Meirelles disse:

    A sindicância da Coger ja terminou. Vai em cima que o resultado de espera…

  24. […] Veja matéria publicada no Blog do Marcelo Auler:Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi […]

  25. Rafael Soalleiro disse:

    Estamos de corpo e alma ao lado da imprensa livre para denunciar todos os ladrões, incluindo aqueles que usam terno e gravata….os benditos crimes do colarinho branco. Afinal, até agora neste país, alguns são mais iguais que outros.

  26. C.Pimenta disse:

    Justiça no Brasil? Se depender dela as perspectivas para os blogueiros sérios e independentes como Auler são as mais sombrias. Vejam como a ignorância se esconde atrás do preconceito e da arrogância:

    http://outraspalavras.net/brasil/gilmar-mendes-ignorancia-e-preconceito/

  27. Cria um mundo de fantasia, inclui os 3 personagens e conta as mesmas histórias sarcasticamente.

  28. Pedro Augusto Pinho disse:

    Prezado Marcelo
    As orientações externas, como sempre e rapidamente demonstradas com a “visita made in USA”, noticiada pelo Nassif, as ações partidárias da justiça em vários níveis e vários atores,
    a fraqueza moral e incapacidade gerencial deste provisório executivo e a desmoralização do legislativo só poderia levar ao impasse institucional em que nos encontramos.
    Assim, com uma improvável ruptura violenta, restam a repressão governamental ou uma
    democrática e amplamente participativa reforma, com se comenta ser o projeto de um retorno da Dilma.
    O que você sofre, e tem minha solidariedade total, é a resposta da repressão, da violência institucional, incapaz de desatar o nó que estes golpistas criaram.

  29. mario martins disse:

    Deixa eu entender ocorreram e ocorrem vazamentos a torto e a direito, ninguem foi responsabilizado, vazamentos seletivos, no que tange o teor das conversas e os personagens envolvidos, bem como a emissora escolhida (selecionada), para fazer o shownarlismo. Ninguem foi punido, responsabilizado, processado e condenado. o Cid Gomes denunciou e chamou de achacador o bandido cunha, como está sendo chamando pela imprensa internacional. Cid foi processado e condenado, por tal declaração, dias depois, o nobre deputado foi desmascarado por ter mentido na C.P.I. Nada aconteceu com esse sujeito, que esta nos custando R$500.000,00. E ai a pessoa esta sendo punida buscar e trazer a verdade a tona. O d. julgador e d. delegada o papel do REPORTER é esse mesmo ser o parteiro da verdade e, não da casualidade. Portanto a única de que se coloca diante de tais acontecimentos e a seguinte: A constituição de 1988 que garante a liberdade de expressão virou letra morta ou não é aplicada em todo territorio brasileiro. Alem do STG SUPREMO TRIBUNAL DO GILMAR criou-se o USTC O ULTRA SUPREMO TRIBUNAL DE CURITIBA que arrasta todas as competências para aquele território.

  30. Wagner Lima disse:

    Acho importante neste momento em que os principais órgãos de comunicação do mundo estão enviando correspondentes/jornalistas para a cobertura da política brasileira “in loco”, que as barbaridades de Curitiba sejam enfim denunciadas e reveladas para o grande público, passou da hora de coibir a ação dos milicianos com certeza de impunidade.

  31. Ernesto da Silva disse:

    Prezado Marcelo Auler, Continue firme , estamos e estaremos com você.

  32. web.archive.org neles, se já não for tarde demais

  33. […] FONTE: http://www.marceloauler.com.br/justica-retira-materias-do-blog-e-proibe-falar-do-dpf-moscardi/  […]

  34. C.Pimenta disse:

    Uma ação judicial como esta, contra a liberdade de expressão, corresponde a uma confissão de culpa.

  35. Anelise Storck disse:

    Só pra avisar a esses funcionários “públicos”, pagos com nosso dinheiro: Não nos calarão! Podem nos massacrar, mas outros- e cada vez mais- virão para escancarar o golpe. Marcelo, estamos contigo.

  36. C.Pimenta disse:

    MACARTHISMO DO GOVERNO GOLPISTA ATINGE TAMBÉM TERESA CRUVINEL:

    http://diariopb.com.br/tv-brasil-vive-seu-golpe-particular-e-demite-tereza-cruvinel/

  37. Maria Angélica disse:

    Caro Marcelo
    Toda solidariedade aos bloqueios éticos e independentes. Para prevalecer as artimanhas e os procedimentos policialesco há de se tentar calar as vozes dissonantes. A revelação do que corre nos antros dos privilegiados sucinta represálias e a tentativa de mordaça ao pensamento livre, sinaliza quem está do lado certo. Força nesta luta contra a censura.

  38. Paulo Silva disse:

    Parabéns, continue com seu trabalho, esses golpistas do vaso a jato vão ser engolidos por seus pares; cobras mordem-se .. Conheço n profissionais do judiciário e da polícia que engrandecem essas instituições sem precisarem usar a TPM (Tarados por Mídia), fato explícito nessa geração selfie/facebook.

  39. Paulo Diniz d'Avila disse:

    Meu caro Marcelo!
    Quando indivíduos medíocres, incompetentes e corruptos detêm poder, fazem muitos estragos e são até glorificados, mas rapidamente são desmascarados. Hoje o Brasil tem uma mídia alternativa reconhecida internacionalmente pela sua qualidade – muito superior a congênere europeia – e não serão estes moleques, incensados por meios de comunicação que detêm o monopólio da manipulação da informação, que irão destruí-la.
    Mais do que nunca será necessário reforçar nossa resistência e solidariedade, inclusive financeira e hoje mesmo farei meu modesto depósito.
    Um grande abraço!

  40. Avelino disse:

    Caro Marcelo
    Os golpistas estão a toda.
    Quanto mais eles golpeiam tanto mais resistimos.
    Esses canalhas tem que voltar para a pocilga.
    Saudações

  41. Terezinha Costa disse:

    Marcelo, conte com minha solidariedade e ajuda no que for preciso (botar a boca no mundo, participar de racha nas despesas etc. etc.) bjs

  42. Luiz Ferreira disse:

    Em frente MAuler , sua vanguarda não pode ser decepada por medidas truculentas!!!

  43. Antonio Carlos Tardin disse:

    Os agentes da lei quando a ela se sobrepõem ferem de morte a justiça e o estado democrático de direito.A pretensão desses autores, ao desabrigo da lei, constitui soberba e abuso de autoridade, e, por certo não merecerá acolhida nos tribunais superiores.

  44. Gilberto disse:

    Esse protagonismo da PF me fez recordar do período da ditadura em que referida instituição somente era mencionada no início dos filmes exibidos na TV, para advertir que aquele programa estava “DE ACORDO COM O DEPARTAMENTO DE CENSURA DA POLÍCIA FEDERAL”. Ora, pelo visto a PF ainda não se desintoxicou desse veneno.

  45. marcos disse:

    Na próxima etapa do golpe, sempre que um cidadão encontrar um membro da PF ou MPF deverá levantar o braço direito e dizer em alto e bom som : Sieg Heil . como na Alemanha Nazista…caso contrário : detenção sumária na Guantánamo de Curitiba…
    Contra a truculência, solidariedade e democracia : campanha financeira para arrecadar fundos e manter os blogs, nossos postos avançados de combate à repressão e obscurantismo ! faço meu depósito ainda hoje !
    Podem arrancar uma flor, muitas flores, mas não deterão a chegada da primavera ( Brecht ).
    Sigamos juntos companheiro Auler !

  46. Nilson disse:

    Marcelo, estás ferrado. A justiça censurou seu blog, mas que justiça censurou seu blog? Vais recorrer a justiça? Mas a que justiça vais recorrer? Existe alguma justiça, além da justiça golpista?

    Mas vamos a luta, companheiro!

  47. Eduardo Santana disse:

    Prezado Marcelo Auler, Continue firme e não se dobre a essa corja de GOLPISTAS, estamos e estaremos com você.
    

  48. Mark disse:

    Mas à Veja e à Rede Esgoto de Televisão é assegurado o direito de mentir, omitir, manipular, distorcer, enganar, difamar… Pobre Brasil! Pobre povo brasileiro!

  49. Richard disse:

    Marcelo e Nassif,
    Nao esmorecam!
    O Brasil precisa do jornalismo desvinculado dos interesses econômicos que a grande mídia obedece.
    Vejo todos os dias a grande mídia batendo na porta do delegado Igor e o que ele quer sai publicado, afinal ele comanda a lava jato Curitiba.
    Mas o que ele quer não é a verdade. A revista época não chegou a publicar que o grampo da cela de Youssef era fruto de uma operacão do delegado Costa em Curitiba, de muito tempo antes de 2014? Quem passou essa informacão para eles?
    É assim que a manada caminha, sendo fundamental que o jornalismo investigativo dos blogs exponha a verdade.
    Por favor, nao parem!
    Se precisarem de dinheiro para alguma despesa, todos EPAs do gise Paraná e de todo DPF, tenho certeza, irão contribuir.
    Todos nós sabemos as coisas erradas que esses deservidores fizeram aqui no Paraná e a verdade triunfará.

  50. Ricardo Batista Amaral disse:

    Força, Marcelo Auler!

  51. C.Pimenta disse:

    Este tipo de censura à liberdade de expressão é uma pequena amostra da férrea ditadura que o Brasil vai enfrentar se o golpista Temer e seu bando de malfeitores se mantiverem ilegalmente no poder. E cada dia vai piorar mais se a população não reagir devidamente. Também me disponho a contribuir com as despesas da defesa da liberdade de expressão tanto sua quanto a de qualquer pessoa ou blog.

    Enquanto isso a mídia internacional não dá trégua aos golpistas:

    http://www.theguardian.com/world/2016/may/26/dilma-rousseffs-suspension-is-an-insult-to-democracy-in-brazil

  52. João de Paiva disse:

    Caro Marcelo Auler,

    Se precisar de alguma contribuição para despesas de viagem e com a defesa, basta comunicar por e-mail. Não esmoreça. Além de recorrer das absurdas e abjetas sentenças, lance mão da reconvenção e cobre danos morais desses delegados criminosos que estão de processando, além das custas judiciais e com deslocamento. Se a Lei maior, a CF, for respeitada, você e o Luís Nassif sairão vencedores. Os meganhas criminosos da SR/DPF de Curitiba querem te sufocar financeiramente. Mas não conseguirão.

    • Márcia Figueiredo disse:

      A indignação que sentimos tem que se transformar em ações concretas. Temos que formar uma grande rede de apoio financeiro aos jornalistas perseguidos pela ditadura jurídico – midiática. É uma queda de braços que travamos pela informação de qualidade.

  53. Marcelo Santanna disse:

    A prática judiciária (leia-se polícia, ministério público, juiz) em Curitiba é típica de Estado Totalitário, assim sendo a interpretação da lei (por lá e no STF) talvez seja estrada de mão única. Na condenação de José Dirceu embora não houvesse crime, havia a vontade de condenar. Então buscou-se uma teoria jurídica (Teoria de Domínio do Fato) para condená-lo, conforme se pode inferir das palavras da ministra Rosa Weber: “Não tenho prova cabal contra Dirceu – mas vou condená-lo porque a literatura jurídica me permite” (fonte: http://cartamaior.com.br/?/Coluna/O-ultimo-julgamento-de-excecao-e-o-fim-de-uma-farsa/29577).
    Mesmo assim sua defesa deve seguir os trâmites legais sem temor do resultado porque moralmente você está certo. Se ao final a lei for atropelada (mais uma vez) isto terá representado um custo pessoal para o atropelador e constituirá uma referência pública (não esquecer o caso Alfred Dreyfus) para a sociedade.

  54. Ed Sampa disse:

    A forma adotada por estes delegados é a mesma usada por Ali Kamel, da Globo, para sufocar a voz independente que lhes incomoda. É o sufocamento financeiro que já fez várias vítimas dentre os blogueiros não afinados com seus interesses. É revoltante ver que parte do judiciário se alinha com essa gente e desanda a proferir sentenças descabidas, sabidamente ilegais ou inconstitucionais, que, mesmo revertidas, já abalam as (parcas) finanças de muitos destes valorosos paladinos da informação crítica que nos ilumina. Força, Marcelo Auler. Resista enquanto puder e conte com nosso apoio.

  55. Berlusconi disse:

    Prezado Marcelo,
    A razao de sua defesa deve ser aquele oficio do corregedor geral da pf, em que diz que a sindicancia da escuta da cela do Youssef ficaria pronta no final de novembro de 2015, para poder ser usada pela defesa de marcelo odebrecht no processo da lava jato, e que ate hoje nao foi divulgada. Esperaram o odebrecht ser condenado e a presidente da republica cair e ainda nao soltaram o resultado da tal sindicancia. Certamente quando for divulgada mostrara que houve crime na pf parana e que ha nulidade na lava jato. Pena que esperaram a Dilma cair porque Aragao ia demitir todos os responsaveis por essa aberracao.
    Sua defesa Marcelo é provocar novamente o judiciario para que o corregedor geral da pf solte essa sindicancia prometida para mais de seis meses atras, pq o Sergio Moro nao esta preocupado com ela nao e porque sua ordem nao foi cumprida no final de novembro.
    Usa na sua defesa tambem a copia do depoimento do Dalmey, onde da nome aos bois e diz que nao é possivel haver decisao que avalize a conduta funcional de quem te processa se tal conduta essa sob investigacao criminal na PF.
    Diga tambem para os juizes cobrarem a sindicancia do fumodromo da PF parana, com ilustres participacoes que provarao que seu mister de reporter comprometido com a verdade e com o Estado democratico de direito é fundamental para a formacao da opiniao publica comprometida com a verdade e com a etica.
    Aproveita quando falar do depoimento do agente Dalmey com os nomes de autores de supostos crimes sob investigacao, igual ocorre com o Eduardo Cunha, e mostra a publicacao na midia da candidatura da delegada Erika Mialink para o cargo de diretora geral da PF. Uma contradicao nao é? Seria o mesmo que Eduardo Cunha continuasse como presidente da Camara, o que foi repelido por decisao unanime do STF.
    E a materia que foi suspensa sobre as benfeitorias voluptuarias que o delegado Moscardi fez na base gise do Parana com dinheiro publico. Ele alega que pagou do proprio bolso? Numa reparticao publica? Que ele nem mais pisa la dentro pq perdeu a chefia. Diga que a populacao tambem acredita que um dos anoes do orcamento ganhou mais de 50 vezes na loteria. Para fatos semelhantes, a mesma razao!!!
    Me pergunto ate quando a direcao geral da PF vai esconder uma sindicancia que foi prometida a um juiz ser divulgada ha pelo menos seis meses. Senhor diretor geral, o senhor disse na midia hoje que a PF nao sofre ingerencias pq é um orgao que tem a cultura de respeito a legalidade. Entao, por favor, pare de abafar essa indecencia!

    • Ronaldo Prado disse:

      Amigo, as duas últimas gerações de dirigentes da pf, que viram o órgão ser criado, ser refundado, e atingir o patamar q se encontra hoje, acredite, estão se acovardando frente a uns moleques que se associaram a um juizeco provinciano e marketeiro.
      Os dirigentes da pf vão deixar o órgão acabar pq tem medo da Rede Globo!!!!.
      Covarde$!!!

      • Eudes Silva disse:

        Hoje, 27/05, no jornal Bom Dia Brasil, da Globo, houve um apoiamento fora do normal da lava jato, junto com a demonização do Renan. Estão preparando ação espetacular para esconder a delação do Sérgio Machado, talvez aptidão do Lula ou outro dirigente do PT.

    • Azarias Esaú dos Santos disse:

      Bravos!
      Não só a burguesia tira a mascara, como
      seus estafermos também as tiram.
      As leis foram e são feitas para a população,
      não para a classe dominante.

    • wagner disse:

      Comentário (texto) perfeito, parabéns!!

  56. […] aqui os posts de Auler sobre os processos que lhe movem os delegados e sobre a ação que intentam contra Luís […]

  57. Caíque Pereira disse:

    Essa delegadinha é uma palhaça.

  58. Paciente disse:

    Prezado Marcelo Auler!! O judiciário do Paraná é uma piada, mas ainda sim tal decisão será reformada…não abaixe a cabeça…continue com seu belo trabalho! Esse Moscardi já está na rua…fique tranquilo!!!

    • Ronaldo Prado disse:

      O blogueiro teve a visão de investir em uma parte da nosda história recente, que não é muito do interesse de todos. Agora.
      Só agora.
      Porque a hora que resolverem escancaram o que a PF no Paraná (e a Direção Geral, e a Coger, e o MPF, a PGR etc) fez esses últimos anos, nessa operação golpe a jato…..hahahahhaha, vai ser engraçado.

      Afinal, o que importa é a história. Nós, todos nós, estamos apenas de passagem.

      Em nome da história te digo nobre e corajoso blogueiro, Parabéns!

    • Celio disse:

      Sarney, veja bem SARNEY!!! Falando que a pior Ditadura é a do Judiciario. Temos ai um exemplo acabado.

  59. […] ainda: Justiça retira matérias do blog e proíbe falar do DPF Moscardi (function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) […]

Deixe uma resposta para ABI e Abraji protestam contra a censura imposta ao blog - Bem Blogado Cancelar resposta

O Blog não faz censura ideológica, removemos comentários que façam ingerência na vida íntima das pessoas – que não sejam pertinentes à postagem – assim como denúncias que não temos como comprovar. Também será excluído palavreado chulo. Entendemos que em determinados casos as pessoas usem pseudônimos para manter sua privacidade, o Blog, em uma atitude de cautela, não permitirá que pseudônimos diversos sejam utilizados pelos mesmo remetente. Detectados estes casos, os comentários serão removidos.

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>