Senado rasgará a Constituição e dará salvo conduto ao suspeito Michel Temer
31 de agosto de 2016
O golpe saiu pela culatra
6 de setembro de 2016

A preocupação do papa Francisco e o cinismo de Michel Temer

O papa ao abençoar a imagem pediu orações pelo Brasil. Reprodução.

Marcelo Auler

Editado às 11:08, de segunda-feira para acrescentar parte do artigo de Ricardo Kotscho, no Balaio do Kotscho.

Flagrante de um dos "40 baderneiros" que segundo Michel Temer preocupam o papa  Francisco. Foto Lara Bittencourt/Mídia Ninja

Flagrante de um dos “40 baderneiros” que segundo Michel Temer preocupam o papa Francisco. Foto Lara Bittencourt/Mídia Ninja

O presidente golpista Michel Temer resolveu interpretar a fala do papa Francisco. O fez de forma cínica, sem modesta. Na gíria popular, teve a “cara de pau” de tentar “tampar o sol com a peneira”. Quando, no sábado (02/09) o papa abençoou a imagem de Nossa Senhora de Aparecida instalada nos Jardins do Vaticano, ele pediu orações “para que Nossa Senhora Aparecida siga protegendo todo o Brasil, todo o povo brasileiro, neste momento triste”.

Nas explicações da Agência de Notícias Italiana ANSA não há dúvidas sobre a motivação do comentário de Francisco:, “Papa diz que Brasil atravessa ‘momento triste’ -Francisco fez hoje um comentário sobre o impeachment de Dilma“. Mas Temer, que no sábado estava em um shopping da China comprando sapatos e brinquedos mande in China, não entendeu dessa forma, conforme entrevista concedida no domingo (04/09).

O papa ao abençoar a imagem pediu orações pelo Brasil. Reprodução.

O papa ao abençoar a imagem pediu orações pelo Brasil. Reprodução.

Sem ficar vermelho – afinal, como lembrou Elio Gaspari, ele “move as mãos, mas não mexe os músculos do rosto nem altera a voz” (em Temer diz uma coisa e seu contrário) tentou afastar “esse cálice” e passar a imagem de que o papa estava contra as manifestações de rua que no mesmo domingo juntaram milhares de pessoas em diversas cidades:

“Depredação isso é delito, isso não é manifestação. E acho que, nesse sentido é que o papa, que é sábio, vendo tudo isso, ele diz ‘orem pelo Brasil’,. Para que? Para, quem sabe, fazer o que eu tenho pregado: vamos pacificar o país. Quem faz uma oração, faz para que a ação seja pacificadora. Eu acho que isso é o que o papa está pedindo“, disse, movendo as mãos mas, desta vez, deixando transparecer um riso irônico. Ou cínico. Como preferirem.

Temer, ao que parece, não conhece bem o papa e certamente nem deverá conhecer. Afinal, Francisco suspendeu a viagem que faria ao Brasil em 2017. Basta, porém, lembrar da passagem de Sua Santidade pelo Brasil quando, na manhã de 25 de julho de 2013, ao visitar o complexo de favelas de Manguinhos, no Rio de Janeiro, falou na direção das centenas de milhares de jovens que saíram às ruas, no Brasil, durante os protestos no mês anterior:

“Vocês, jovens, têm uma sensibilidade especial frente às injustiças, mas muitas vezes se desiludem com notícias que falam da corrupção de pessoas que, em vez de buscar o bem comum, procuram seu próprio benefício. Nunca desanimem, nunca percam a confiança. Não deixem que se apague a esperança, a realidade pode mudar. O homem podem mudar. Procurem ser vocês os primeiros a procurar o bem“.

Pode-se imaginar que o autor desta recomendação, hoje peça orações contra as manifestações de rua, como gostaria Michel Temer?

Francisco lê a carta de Marcelo  na frente da Letícia Sabatella e da juíza Kenarik Boujikian Felippe

Francisco lê a carta de Marcello Lavenére na frente da Letícia Sabatella e da juíza Kenarik Boujikian Felippe

Se Temer acha que o papa está alheio ao golpe por ele perpetrado com os políticos que o rodeiam, deveria lembrar que Francisco já se manifestou anteriormente a respeito da situação do Brasil. A mesma agência ANSA no último 2 de agosto, divulgou que “o Papa havia escrito uma carta de apoio à ex­-presidente Dilma Rousseff, que foi destituída do seu cargo há três dias, condenada no processo de impeachment por crimes de responsabilidade fiscal, as chamadas “pedalas fiscais”.

Dilma confirmou à ANSA que recebeu a carta de Francisco, mas se negou a dar mais detalhes sobre o conteúdo da conversa. “Digo apenas que não foi uma carta oficial”, afirmou a petista. “Não foi uma carta do Papa em sua condição de representante do Vaticano. Não tem importância [o conteúdo]. Não é uma carta para ser divulgada”, disse segundo a ANSA.

Em 9 de maio, Francisco recebeu no Vaticano a atriz Letícia Sabatella, que lhe entregou um documento contra o impeachment de Dilma redigido pelo advogado Marcello Lavenére, ex-presidente da OAB e protagonista do pedido de impeachment de Fernando Collor em 1992. O papa leu a carta na presença da atriz e da juíza Kenarik Boujikian Felippe, co-fundadora da Associação de Juízes para a Democracia.

Temer referiu-se às manifestações que se repetiram ao longo da semana como sendo de baderneiros, depois de tentar minimizar o número de participantes. “São pequenos grupos, parece que são grupos mínimos, né? (…) Não tenho numericamente, mas são 40, 50, 100 pessoas, nada mais do que isso. Agora, no conjunto de 204 milhões de brasileiros, acho que isso é inexpressivo. O que preocupa, isto sim, é que confundem o direito à manifestação com o direito à depredação”, disse, segundo reproduziram os jornais e os sites.

Dúvidas sobre imagens da TV Globo – Como presidente da República, mesmo estando do outro lado do mundo, Temer recebe informações privilegiadas dos órgãos de segurança. Portanto, não faz confusão por desinformação, mas por cinismo. Deve receber informações também tanto pelo seu aliado, o governador paulista Geraldo Alckmin, como por seu ministro da Justiça, Alexandre Moraes, que como ex-secretário de Segurança de São Paulo conhece bem a violência da Polícia Militar paulista.

Não desconhecerá que a PM foi a responsável pelo tumulto neste domingo. Afinal, em outras capitais, como Curitiba, também ocorreram manifestações sem qualquer confusão. O que houve em São Paulo fica claro na reportagem do El País, de Carla Jimenez – Milhares vão às ruas contra Temer em SP e PM reprime ato com justificativa controversa. A matéria, inclusive, levanta dúvidas sobre imagens da TV Globo. Do site do jornal retiramos alguns trechos:

No Paraná, além do Fora Temer, os "40 baderneiros"n também criticaram Sérgio Moro. Foto: Leandro Taques/Mídia Ninja

No Paraná, além do Fora Temer, os “40 baderneiros”n também criticaram Sérgio Moro. Foto: Leandro Taques/Mídia Ninja

Havia milhares de pessoas na avenida Paulista neste domingo protestando contra o presidente Michel Temer em uma manifestação convocada, inicialmente, pelos coletivos Frente Brasil Popular ePovo Sem Medo. Em nada lembrou os outros cinco atos que aconteceram ao longo da semana que passou em São Paulo, e que foram classificados de “grupos pequenos de não mais que 40 a 100 pessoas”, como disse o presidente Temer em entrevista na China. A PM não divulgou o balanço de público. Na conta dos organizadores, eram 100.000 pessoas: famílias com crianças de colo, jovens e manifestantes ligados a movimentos sociais que lotaram a avenida, e marcharam, a partir das 18 horas, até o Largo da Batata. Tudo correu de maneira tranquila e organizada, como atestou a reportagem do EL PAÍS, entre as 16h30, horário marcado para começar o ato no MASP, e as 20h45, quando os manifestantes já estavam no Largo, depois de marchar por mais ou menos cinco quilômetros. (…)

(…) Imagens de uma vidraça quebrada em um estabelecimento na avenida Paulista, divulgada pela Globo News, explicaria mais tarde o que a PM procurou justificar. Mas, os seis jornalistas do EL PAÍS que seguiram a marcha dos manifestantes em distintos pontos do percurso não presenciaram nenhum ato de vandalismo, o que não deixa claro se a tal vidraça quebrada foi uma reação posterior à violência policial. Outras dezessete pessoas que estavam no protesto relataram, por rede social, também não ter visto nada que pudesse ser considerado ‘vandalismo’.

Às 22h45, a Secretaria de Segurança do Estado divulgou uma nota alegando que houve um princípio de tumulto na estação, que “se transformou em depredação. Vândalos quebrando catracas, colocando em risco a vida de funcionários”. A repórter Marina Novaes se encontrava no local na hora das bombas e não viu nenhuma catraca depredada. Mais tarde, a ViaQuatro, concessionária responsável pela estação Faria Lima, disse que a confusão resultou em uma lixeira, uma luminária e uma catraca quebrada. O que também não deixa claro se esses prejuízos foram provocados após as bombas terem sido atiradas.

A íntegra da matéria está em: Milhares vão às ruas contra Temer em SP e PM reprime ato com justificativa controversa.

Quem preferir pode ler o depoimento de Ricardo Kotscho e a comparação que ele, que foi chamado por Ulisses Guimarães como o repórter das Diretas Já, faz com as passeatas do longínquo 1983. Copio aqui os três primeiros parágrafos.

Mar de gente no maior protesto contra Temer

“Eu vi, ninguém me contou. Da janela do apartamento de um amigo, no 11º andar de um prédio na esquina da avenida Rebouças com a rua Oscar Freire, vi um mar de gente descendo da avenida Paulista para a Largo da Batata, em Pinheiros, na maior manifestação de protesto contra o presidente Michel Temer após a aprovação do impeachment na semana passada.

Por mais de 50 minutos, vi aquela multidão caminhando em blocos compactos, cantando e gritando palavras de ordem contra o governo e a favor de eleições diretas já. Ainda tinha muita gente vindo da avenida Paulista quando a comissão de frente já tinha cruzado a avenida Brasil, umas dez quadras abaixo. Havia muitas faixas, cartazes e bandeiras, mas não não vi passar nenhum mascarado.

Quantos eram? Se depender da imprensa, nunca vamos saber, porque o Datafolha não faz mais seus cálculos de manifestantes, como acontecia nas manifestações anteriores ao impeachment, e a Polícia Militar agora não divulga nem estimativas. Em todo o noticiário que vi e li, repórteres só falam em “milhares”. Como sabemos, milhares podem ser 2 mil ou 200 mil pessoas……”

Prossegue em: http://noticias.r7.com/blogs/ricardo-kotscho/mar-de-gente-no-maior-protesto-contra-temer/2016/09/05/

11 Comentários

  1. Joao Luiz Pereira Tavares disse:

    COMO se diz NO CLICHÊ: foi belíssimo! (Já desgastado)

    [Deu uma fila de um QUARTEIRÃO no banheiro. Muita ansiedade… ¿Você SABIA que elas todas estavam com as mãos na virilha? Realmente eu não entendi. TODAS! Sem excessão].

    Lá na cidade do Vale do Paraíba foi uma beleza! Teve HISTERIA.
    Apesar da histeria, uma coisa sabemos: deu aquele ENCANTAMENTO enorme quando o «Taquara Rachada» entoou a musiquinha de 4 minutinhos para Nossa Senhora da Aparecida, nessa quarta passada. Nesses 4 minutos foi um silêncio de velório e de Floresta Negra alemã. A histeria foi abafada no momento exato em que o Taquara Rachada abriu a boca. Aí foi um silêncio enorme! O Taquara ‘ta velho, — tadim –, mas as velhas ESTAVAM chorando copiosamente. Eu vi com meus próprios OlhOs, e fiquei deveras impressionado. Ele estava de óculos escuros. E ISSO INDICA QUE FOI UM PROFUNDO SINAL, de nossa parte companheiros, de elevação do ponto de vista espiritual, in-te-lec-tual, moral e político. Agora, sim, acabamos com o golpista conservador Temer (eca), com nossas sábias plaquinhas. Foi transcendental. Afinal era o Taquara Rachada cantando. MUITAS FORAM AO BANHEIRO DEPOIS.

    Deu uma fila de um QUARTEIRÃO no banheiro das velhas. Todas com as mãos na virilha. ISSO ACONTECEU exatamente LOGO DEPOIS DO TAQUARA entoar sua cançãozinha. Realmente eu não entendi…

    A Nossa Santa Marcha com os cartazinhos de fora Temer, — digo isso para vossa ciência!, escute bem (e espalhem): foi um sucesso 100%, companheiros e companheiras. Pense e reflita: um milhão de cartazinhos!, minha gente! Eu disse: 1.000.000 de plaquinhas sendo viradas para a direita e logo depois para a esquerda — escrito «fora Temer». Sem um erro sequer! Muitos dos nossos camaradas benzeram os cartazinhos com a água-benta no fundo da igreja (teve empurra-empurra). Aspergiram sobre as letras de fora Temer. Bem ao longo das letrinhas, para não gastar água-benta, afinal eram 1.000.000 de plaquinhas.

    Umas doninhas, entoando cânticos do Taquara Buarque, iam passando de cartazinho em cartazinho (atenção! somente tiveram direito a essa benesse aqueles que estavam bem levantados) e com um raminho de folha verde molhado na água-benta iam borrifando com esse raminho molhado nossas plaquinhas (eu creio que era aquela plantinha cujo nome é conhecida como «Onze horas»). Eu vi.

    Havia uma enorme quantidade de DESCOLADOS da zona sul, também. Isso foi muito bom para nosso Amado Movimento fora Temer. Aqueles caras de barbinha preta e voz EFEMINADA, sabe?, óculos de vovô de tarja preta, tomando STELLA ARTOIS, com o pé na PAREDE. São os des-colados! Nosso movimento é tão bom, amados!

    É tão impressionante que alguns artistas, também ditos descolados, vejam nesse momento e nessas PLAQUINHAS de Fora Temer uma espécie de demiurgo. Tudo bem, é sim um demiurgo, um demiurgo da Zona Sul do Rio. Não importa. Sei que isso tem lá os seus limites. Mas mesmo assim foi magnífico, foi esplêndido & admirável. Ou seja:
    como se diz no clichê desgastado (clichezaço): BELÍSSIMO!

  2. C.Poivre disse:

    Quando parecia que a operação lava jato já havia feito tudo para desmoralizar a PF, os advogados do ex-Presidente Lula denunciam que a delação de Delcídio foi feita sob tortura em dependências da polícia federal:

    http://www.brasil247.com/pt/247/poder/253747/Lula-diz-que-Delc%C3%ADdio-o-delatou-sob-tortura.htm

  3. SILVIO MIGUEL GOMES disse:

    O padre Manoel da Nóbrega em suas cartas ao PAPA já pedia que o Brasil precisava de padres, mas que viesse pra cá quem quisesse trabalhar, se dedicar a um povo sofrido.
    A Igreja Católica sempre esteve empestada de parasitas e todo tipo de criminoso.
    Eu e milhões de pessoas ficávamos envergonhados de dizer que somos Católicos por causa dos infinitos casos de pedofilia/abuso sexual.
    A IGREJa Católica sempre se envolveu com política partidária e sempre à extrema-direita. Breve período na ditadura militar alguns clérigos voltaram-se a favor dos mais pobres e tentaram influir nas eleições. Mas, o Vaticano agiu contra: como no caso da divisão da Diocese onde mandava Dom Paulo Evaristo Arns.
    AGORA Com o Papa Francisco voltamos a ter orgulho de dizer que somos Católicos, a favor das refugiados, dos desvalidos e contra os ditadores golpistas do mundo.

  4. Ingrid Eliane Hoch Ulbrich disse:

    A ideologia marxista está infiltrada na igreja católica. Não são poucos os padres, os bispos e agora o próprio Papa que parece comungar dessa doutrina deprimente. Temer foi muito inteligente ao abrandar a situação e não entrar no jogo da esquerda hipócrita.
    Que Nossa Senhora da Aparecida nos cubra com seu manto azul e nos proteja das bandeiras vermelhas, das foices e dos martelos do comunismo, o próprio anti-Cristo a espreita do Brasil.

    • C.Poivre disse:

      Uma Juíza que luta pela Democracia contra os extremistas de direita (=fascistas), mostra que nem tudo está perdido:

      http://www.ocafezinho.com/2016/09/05/a-policia-vandaliza-o-direito-de-protesto-por-kenarik-boujikian/

    • Alex disse:

      Um governo que detesta mulheres e pobres, que tirará direitos de milhões, que enfia a democracia numa cova, e temos que ler antas como ingrid vomitar sandices! O que pensa um extraterrestre desse?

      • Ingrid Eliane Hoch Ulbrich disse:

        Quantas sandices Alex! Termos que ve-lo defender um governo que odeia pobres, visto que o governo PT gerou 12 milhões de desempregados e tirou o prato de comida de milhões de brasileiros.

    • João de Paiva disse:

      Prezada,

      Alguma vez na vida você leu algum estudo feito por Karl Marx? Ou você sai por aí repetindo o que ouviu dizerem sobre ele, nos redutos conservadores, reacionários, escravocratas? E Engels, você o confunde com Hegel?

      Se você leu alguma coisa sobre os autores citados, NÃO ENTENDEU NADA. E a prova maior disso é a argumentação tosca, fundamentalista, medieval, primária, primitiva, que usa para tentar desqualificar aqueles que elaboraram teorias revolucionárias e que despertaram nos trabalhadores a consciência, para lutarem contra aqueles que sempre os exploraram, ao longo dos séculos, e continuam a explorar. E a igreja católica romana é exemplo acabado de instituição capitalista, que sempre compactuou com a exploração dos pobres, com a escravidão, mesmo com o fascismo e como nazismo. Na Idade Média, essa igreja institui a inquisição e mandava para a fogueira os que ousavam questionar os mitos e dogmas sobre os quais ela se edificou. Digo tudo isso com muita tranqüilidade, pois nasci numa família católica.

      Não queira misturar proselitismo e dogmatismo religioso com ciência, com jornalismo. Aqui no blog você é e será minoria. E será combatida com informações, com fatos, com argumentos racionais e lógicos.

    • Rosa westphalen disse:

      Ser bondoso , desejar que aja melhor distribuição da riqueza , que tenhamos todos acesso a educação , saúde , bens essenciais, moradia , é ser comunista ? Jesus Cristo então era o maior comunista que já pisou na terra . Todos os homens de bem desejam que seus irmãos tenham as mesmas oportunidades . Que não conheçam a miséria e a fome .
      Quem não aceita os ensinamentos de Cristo , que são os ensinamentos seguidos elo Papa Francisco é o que ? Quem quer privilégios para uma casta e que o povo passe necessidades é o que ????

  5. João de Paiva disse:

    Prezados,

    Cinismo, deboche, cara-de-pau, malignidade, fingimento, falsa cegueira, falseamento da realidade em seu favor, pusilanimidade, patifaria, misoginia, ódio aso pobres e excluídos, miséria moral e política, miséria de caráter, são todos atributos desse traidor-golpista-usurpador-corrupto profissional que ocupa a presidência da república desde o dia 12 de maior de 2016, michel temer. Jamais me referirei a esse golpista como presidente, pois ele não foi eleito para o cargo nem o assumiu com legitimidade.

    Peço ai repórter que, em matérias posteriores não trate michel temer como “presidente”, pois cerca de 80% do brasileiros não o consideram como tal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *